sexta-feira, 4 de maio de 2018

Barrocas: Estudantes utilizam rede social para falar de desigualdade social, segregação, e preconceito


As redes socais, às vezes, palco da intolerância, reprodução de discursos carregado de ódio e preconceito, mesclada com a sensação de impunidade por parte de usuários, foi o meio utilizado por grupos de estudantes do Colégio Estadual Professor Plínio Carneiro, orientados pelo professor de Sociologia Cleidson Mota, para tratar de desigualdade social, racismo, segregação e preconceito.

A ideia construída através do audiovisual, trouxe produções que descrevem historicamente a escravidão no Brasil, pontos de informações, apresentações gravadas, debates acerca do tema e a consciência politica que caminha lado a lado com a cidadania e ética: "Não vamos fechar os nossos olhos para essa realidade que tanto vem crescendo." escreveu uma aluna. 

Já a estudante Kedima Mota destacou: "Nesse vídeo, abordamos vários aspectos e principalmente a discriminação, tendo como principal objetivo a compreensão de cada um sobre como isso é importante se saber e evitar."



Segundo o IBGE, mais da metade da população brasileira (54%) é de pretos ou pardos, sendo que a cada dez pessoas, três são mulheres negras. A população negra é a mais afetada pela desigualdade e pela violência no Brasil. É o que alerta a Organização das Nações Unidas (ONU). No mercado de trabalho, pretos e pardos enfrentam mais dificuldades na progressão da carreira, na igualdade salarial e são mais vulneráveis ao assédio moral, afirma o Ministério Público do Trabalho.

Durante a semana centenas de comentários e compartilhamento enriqueceram o debate, inclusive com a opinião de outros docentes, a exemplo de Mônica Santos, que escreveu: "precisamos ampliar as discussões sobre as desigualdades sofridas por questões raciais como sendo resquícios da tamanha ignorância humana de achar que uma raça é superior a outra", pontuou. 

Além de despertar o interesse pelas pautas da atividade, os estudantes do 2° ano do ensino médio se mobilizam para alcançar o máximo de curtidas e compartilhamento de internautas que pode ser utilizado como avaliação na nota final da disciplina. 

Acesse e ajude na divulgação dos trabalhos:

https://www.facebook.com/dhanny.kheysson/videos/2010005849318386/
https://www.facebook.com/cayquinho.rodrigues.12/videos/2057586124507871/
https://www.facebook.com/taize.moreira.31/videos/992667850898298/


@ Nossa Voz - Por Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário