terça-feira, 17 de agosto de 2021

Governo da Bahia analisa possíveis restrições para baianos que não forem imunizados

Foto: Reprodução/ Redes sociais
Através de uma live realizada no final de semana o governador da Bahia, Rui Costa (PT), manifestou-se sobre a possível adoção a medidas restritivas para os cidadãos baianos que optarem por não serem imunizados contra a Covid-19.

Em vídeo ele cita a Alemanha, país que anunciou um pacote de medidas restritivas, Rui conta que lá todas as despesas para quem não tomou a vacina será de responsabilidade da pessoa, como exames e demais custos: "Alemanha anunciou um pacote de medidas, inclusive colocando que o pagamento dos exames de quem não tomou vacina serão pagos para acabar com a realização de exames de COVID-19 gratuito, despesas de saúde para quem não tomou vacina será de responsabilidade das pessoas, não é pra obrigar a pessoa tomar vacina. Vai falar com condições, tudo bem você não vai tomar mas se você ficar doente quem vai pagar o tratamento é você", afirmou

Informações sobre vacinação na Bahia/ Reprodução: SESAB
O governador ainda relatou que poderá haver medidas de proibições de presença em eventos públicos, como a entrada em cinemas, estádios além de não poder trabalhar em hospitais públicos: "Você não quer tomar vacina? Você não vai entrar no estádio, não vai entrar no cinema e não vai entrar em festas, só vai entrar lá que estiver vacinados. Então, se você não quer tomar vacina você não pode trabalhar em ambiente público, em hospital público, em repartição pública para não contaminar outras pessoas", argumentou.

Essas medidas estão sendo discutidas com a Procuradoria do Estado, com a Secretária de Administração e Saúde. Segundo Rui Costa, na próxima semana ele já pretende anunciar essas restrições para o Estado da Bahia. 

Da Redação por Ana Clara Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário