quinta-feira, 10 de abril de 2014

Choveu forte na noite da quarta-feira em Barrocas.

Chuva às 15 horas da quarta feira.
Barrocas voltou a ser agraciada pela chuva naquarta-feira (9), por volta das 15 horas choveu bem no centro da cidade e em alguns povoados, porém choveu com mais intensidade no início da noite, quando raios e trovões indicavam que apesar de estarmos em abril, um temporal cairia sobre a cidade. Porém choveu forte durante a noite e na madrugada desta quinta-feira.


O barulho dos trovões indicava que uma trovoada em pleno mês de abril caia sobre Barrocas, logo faltou energia, os relâmpagos clareavam o céu e as ruas escuras da cidade. A enxurrada correu forte nas ruas chegando a passar sobre a linha férrea no boeiro próximo ao Colégio Municipal.

Riacho Povoado de Boa União
Na manhã desta quinta-feira fomos ao povoado de Boa União onde observamos através do pequeno Riacho que o volume de chuva foi grande, motoristas e motociclistas tiveram dificuldades para passar para o outro lado. Os motociclistas arriscavam, mas teve motorista retornando temendo a correnteza.



Na Casa do Sertão, Celso Coelho e família estavam felizes com a chova, o sábio agricultor disse que nunca tinha visto uma trovoada em Abril; “É a primeira vez que vejo isso, e conversei com pessoas mais velhas e disseram o mesmo, chuva com trovão e relâmpagos nesse tempo é inédito”. O reservatório de onde sai à água para irrigar a horta orgânica da família estava novamente cheio, depois de meses de escanceis, assim como o tanque do senhor José Rico, que por pouco não ‘sangrou’ (trasbordou).



Ainda em Boa União, o senhor Miguelzinho acordou às 5 da manhã e já estava plantando cebolas num cercado ao lado da residência. No Povoado de Umbuzeiro teve gente arrancando mandiocas, aproveitando a terra molhada.



Nas estradas de acesso aos povoados, muitas poças d’água e lama, em alguns locais o acesso até dos automóveis ficou difícil, porém ninguém reclama já que ver água correndo significa fartura; "Assim é que tá bom" disse um homem que por pouco não interrompeu sua moto numa das poças gigantescas. 



A cidade em virtude das chuvas ficou até o meio dia de hoje sem energia, uma equipe da Coelba chegou cedo a cidade, mas no primeiro reparo o veículo atolou e precisou ser rebocado por um patrol da Prefeitura. Os técnicos disseram às pessoas que foram ao local que o problema principal era na rede que vem da cidade de Teofilândia, e seguiram para localizar o ponto.



No Bairro de Santa Rosa e arredores, foram quase 24 horas de blecaute, a demora no reestabelecimento da energia revoltou os moradores que ligaram para o Programa do Radialista José Ferraz e cobraram agilidade da Coelba. 

Apesar de ter praticamente dobrado de tamanho nos últimos anos, Barrocas ainda não tem uma subestação, e a rede que vem da cidade vizinha é antiga, com qualquer chuva tem curtos circuitos e logo falta energia, gerando transtornos para a população e prejuízo aos comerciantes.

Por fim a tão esperada e necessária chuva de trovoadas chegou numa boa hora, seja Abril ou qualquer mês, mesmo achando estranho o nordestino fica feliz com a terra molhada, os tanques cheios, a cantiga dos sapos e todo mais de bom que a chuva traz.

@ Nossa Voz - Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário