quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Barrocas: Com participação da Cáritas, comissão de resíduos sólidos e reciclagem lança projeto piloto no Município

Encontro ocorreu na quarta-feira (31 de julho) - Foto Reprodução
Ocorreu na quarta-feira (31), na sede da Secretaria Municipal de Saúde, a reunião que tratou de assuntos pertinentes ao descarte, recolhimento e reutilização dos resíduos gerados no município. Este encontro faz parte das ações do Projeto de Reciclagem que vem sendo desenvolvido em Barrocas pela comissão de resíduos sólidos. A entidade Caritas, além de outras representações, está integrada ao projeto. 

De acordo com as informações, a proposta inicial é que os moradores separe o material reciclável e coloque toda quarta-feira para o catador recolher. Essa ação se trata de um projeto piloto de implantação da reciclagem no município, começando pela rua Pedro Esmeraldo Pimentel, assim, incentivando os moradores e catadores a buscar uma solução diferenciada para disposição final do resíduo. 

Iniciativa tem a Rua Pedro Esmeraldo Pimentel como projeto Piloto
Integrando as ações dentro da comissão, a Cáritas pretende acompanhar todo o processo a fim de garantir que o projeto seja expandido para as demais ruas da cidade. Destacando também a necessidade de evitar os efeitos negativos do descarte irregular sobre o meio ambiente, que reflete na saúde pública da população barroquense: "A Cáritas tem representantes nos Conselhos Municipais, no Plano de Saneamento Básico, assim como na Comissão de Resíduos Sólidos. Iniciamos o Projeto Piloto de Coleta Seletiva na Rua Pedro Esmeraldo Pimentel. É um modelo, pois a intenção é estender para as demais ruas. Saímos de porta em porta, explicando o projeto, colocamos um adesivo nas casas que aderiram e, na próxima semana, iniciará a coleta. Precisamos unir forças junto ao poder público para alcançar o objetivo que é o desenvolvimento sustentável", destacou a Professora Ana Lúcia secretária da Cáritas em Barrocas.

O catador, o senhor Roberto, pegará o material reciclável nas casas. Durante a coleta, membros envolvidos farão o acompanhamento e em seguida o material será pesado para gerar dados estatísticos, possibilitando ações planejadas. Além da Cáritas, participam da ação, a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Vigilância Sanitária e Agentes de Saúde.
Da redação - Por Victor Santos 

Sem comentários:

Enviar um comentário