quinta-feira, 5 de março de 2020

Juiz concede liberdade a barroquense que estava preso no Estado do Maranhão

Foto Reprodução: Blog Entrelinhas (imagem Google)
O juiz da 2ª Vara Criminal, Marco Antônio Oliveira, concedeu na quarta (4), a liberdade provisória ao barroquense José Rubem Firmo, preso em 31 de dezembro de 2018, apontado como mandante do assassinato de Ivanildo Paiva, prefeito do município de Davinópolis, no Estado do Maranhão, em novembro de 2018.

Rubem Firmo era vice-prefeito e, segundo a polícia, teria mandado matar Ivanildo para tomar o poder devido a promessas não cumpridas, como o pagamento de R$ 300 mil após a reeleição da chapa, além de Ivanildo não ter entregue a ele o controle político da Secretaria de Educação do município. Ainda segundo a polícia, esses acordos teriam sido feitos na época da campanha, quando ambos buscavam a reeleição.

Com a morte do Prefeito, o barroquense Rubem Firmo chegou a tomar posse, assumindo o cargo no dia 13 de Novembro (ver aqui). Com a prisão dele no dia 31 de dezembro, (ver aqui), o presidente da Câmara, Raimundo Nonato Martins (PRB) assumiu a Prefeitura.


Na decisão da quarta-feira (04), o juiz afirmou que não vislumbra conduta que venha subverter a ordem pública com a liberdade dos acusados, que não poderão se ausentar da comarca e serão monitorados eletronicamente por 100 dias. Todos também serão submetidos a júri popular.


Relembre o caso (aqui).
@ Nossa Voz - Da Redação

Sem comentários:

Publicar um comentário