segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Barroquense é apontado como suspeito de mandar matar Prefeito de Davinópolis

Foto: Reprodução
O barroquense José Rubem Firmo, 49 anos, atual prefeito do município de Davinópolis no Maranhão, foi preso na manhã desta segunda-feira (31), em sua residência. Segundo a polícia, ele é suspeito de envolvimento no assassinato de Ivanildo Paiva (PRB).

Ainda segundo informações da polícia, Rubem Lava Jato, como é conhecido, foi preso em casa e levado até a Delegacia Regional de Imperatriz.Também foi requerida a suspensão do exercício do cargo, e o presidente da Câmara irá assumir o comando do município. Rubem Firmo, que era o vice, assumiu o cargo no dia 13 de novembro (ver aqui), após a morte de Ivanildo Paiva.

O crime: O corpo do Prefeito Ivanildo Paiva (PRB), 52 anos, foi encontrado na manhã do domingo (11 de Novembro), cerca de 2 km da sede da sua fazenda, na zona rural do município, o carro de sua propriedade foi encontrado abandonado na BR-010, ao lado da mata do 50 BIS, em Imperatriz (ver aqui).

No dia 11 de Dezembro, a Polícia Civil do Maranhão já havia realizado algumas prisões, inclusive de policiais, suspeitos de envolvimento no crime (ver aqui). Na ocasião foram presos; Francisco de Assis Bezerra Soares, conhecido como “Tita”, que é policial militar no Pará e foi preso em Dom Elizeu; José Denilton Guimarães, conhecido como “Boca Rica”, que é mecânico; Willame Nascimento da Silva, policial militar do Maranhão lotado em Grajaú, e Jean Dearlen dos Santos, o “Jean Listrado”, que segundo as investigações é pistoleiro. Outros dois mandados de prisão estavam em aberto.


Foto: Reprodução
Em Barrocas, a notícia da prisão repercutiu nas redes sociais. Rubem estava na cidade na última semana revendo familiares e amigos. Por ser bastante conhecido, e de uma família tradicional, internautas afirmam não acreditar no seu envolvimento no crime: "Eu não tenho muita proximidade pois sou novo, mas pelas vezes que tive junto com Rubem, tenho a certeza que ele é inocente" escreveu um jovem.

"Também acredito muito nele, quem o conhece sabe a pessoa que ele é. Mas quando tive o conhecimento da morte do prefeito de Davinópolis eu comentei que isso ia sobrar para ele" afirmou um operador de máquinas.

@ Nossa Voz Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário