quinta-feira, 24 de julho de 2014

Barrocas: Depois de Protesto, ocorreram melhorias, mas ainda há o que ser feito na Escola de Nova Brasília.


Depois que mães e alunos da Escola de 1º Grau Roque Avelino de Queiroz, localizada no Povoado de Nova Brasília, caminharam por 10 km para cobrar na Prefeitura Municipal de Barrocas regularidade no transporte para os professores, merenda de qualidade e mais respeito com unidade escolar, após 5 dias do protesto, nossa equipe foi ao povoado de Nova Brasília conferir a situação da Escola.


Merenda foi enviada a unidade, mas faltam alguns itens

Na visita, conhecemos a cozinha da Escola e tivemos acesso ao depósito, local onde são armazenados os ingredientes para preparação da merenda escolar, segundo alunos a merenda é de qualidade, porém chegam alguns materiais e outros não, dificultando o prepara, como exemplo do arroz doce, pois “chega o açúcar e o arroz, mas o leite não” disse uma aluna.

Mas segundo uma professora muita coisa melhorou na atual gestão; “Desde a nova gestão muita coisa mudou, o suco hoje é da fruta, os alimentos são da agricultura familiar e uma nutricionista faz o cardápio”, contou a educadora.

Sobre o transporte escolar alunos e professores garantem que nos últimos dias o problema foi resolvido, "os motoristas buscam e trazem os professores e as aulas estão regulares".

Há infiltração nas salas de aula e quando chove é um caos.
Um problema que ainda perdura é em relação à estrutura física da Escola, falta identificação da unidade escolar, algumas janelas estão quebradas e salas com infiltração, quando chove segundo alunos a calha e o telhado não resistem e “molha” o interior e as aulas são afetadas.


Os banheiros da escola é um dos locais mais críticos, a começar pela falta de água para os vasos e pias, no Masculino tem pia mas falta água, no feminino não há pia, em ambos como há descargas, baldes são alocados próximo ao sanitário, a porta não tem fechadura; “As meninas utilizam o banheiro com a porta encostada, essa é uma situação bastante constrangedora, e se precisar usar a descarga a única forma é utilizando os baldes, e pra finalizar no banheiro feminino não tem pia e no masculino tem, porém sem água”. Finalizou uma aluna.

Infelizmente esta é a situação da escola de um dos maiores Povoados da cidade de Barrocas, que está concorrendo é mais um Selo UNICEF.

@ Nossa Voz - Por Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário