quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Com investimento de 1,5 bi, empresa assina protocolo para implantação de parque eólico em Araci, Biritinga e Tucano

Reprodução: internet
A empresa AES Brasil deu mais um importante passo na implantação do complexo eólico Tucano na Bahia. Na segunda-feira (14), foram assinados oito protocolos de intenções com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Conforme a companhia, o investimento inicial previsto para os parques é de R$ 1,5 bilhão, com a previsão de criar entre 500 e 600 empregos diretos no pico das obras.

O empreendimento, que foi anunciado em agosto deste ano, vem recebendo apoio institucional da secretaria estadual: “Teremos um complexo implantado em uma região inédita, na parte Nordeste do Estado. Os municípios de Tucano, Biritinga e Araci serão beneficiados pela energia eólica, que chega revolucionando a economia local, estimulando o desenvolvimento e gerando emprego e renda para o povo baiano”, afirma o vice-governador João Leão, secretário da pasta.

O diretor de Engenharia e Construção da AES Brasil, Rodrigo D’Elia, as obras do Complexo Eólico Tucano estão previstas para começar no início de 2021: “Temos certeza de que este empreendimento trará muitos benefícios a todos, principalmente à sociedade com a criação de empregos e iniciativas de desenvolvimento social, que são desenhadas para agregar ainda mais valor às comunidades em que atuamos”, afirma D’Elia.
Da Redação - Informações SDE

Sem comentários:

Publicar um comentário