terça-feira, 4 de agosto de 2015

Barrocas: 17° Encontro Baiano de Capoeira reuniu capoeiristas de todo Estado da Bahia


A Associação de Capoeira Esquiva Menino (ACEM) promoveu no sábado (1) e domingo (2) em Barrocas, o 17° Encontro Baiano de Capoeira. 

O evento aconteceu no espaço das artes marciais do módulo esportivo Nelson Avelino de Queiroz e reuniu mais de 100 capoeiristas de todo estado da Bahia. Cidades como Itabuna, Vitória da Conquista, Queimadas, Praia do Forte, Conceição do Coité, Serrinha enviaram representantes para participar e prestigiar o evento.




Palestras, alongamento, samba de rosa, aula e roda de capoeira fizeram parte da programação que se estendeu até o inicio da noite do domingo. A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música. Desenvolvida no Brasil principalmente por descendentes de escravos africanos, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando primariamente chutes e rasteiras, além de cabeçadas, joelhadas, cotoveladas, acrobacias em solo ou aéreas.



O professor Valdir da cidade de Salvador palestrou sobre o tema “Ergonomia e Atividades Laborais”, dando dicas, tirando dúvidas e realizando dinâmicas. Em seguida a tradicional roda de capoira encerrou as atividades esportivas. Fechando a noite o pagodinho de mesa da Banda Sem Segredo fez a turma vibrar ao som de grandes sucesso da pagode romântico.


Segundo o Mestre Renny Maia, ele a família ACEM tem um carinho enorme por Barrocas, pois um ano após a fundação do Grupo na cidade de Serrinha em 1997, em 98 era implantado no então distrito o módulo de projeto, seguindo com atividades até os dias atuais.



Organização Mestre Reny Maia, formada Josy, Supervisão do mestre Kako, a cada edição o Encontro atrai mais esportistas e simpatizantes. Acompanhe a Reportagem;



@ Nossa Voz - Por Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário