segunda-feira, 31 de agosto de 2015

De volta ao Estado de Sergipe Matheus Lama vence em duas categorias no MotoCross do Sítio Araras em Canindé do São Francisco.

Imagem Movidrone - Mala Som
Depois das vitórias em Delmiro Gouveia - Alagoas e Aracaju - Sergipe, Matheus segue ganhando visibilidade na região e conquistando fãs por onde passa. Neste final de semana (29 e 30) o baiano da pequena Barrocas, cidade da região Sisaleira voltou a vencer, desta vez numa Etapa da Copa Sergipe de Motocross realizada em Canindé do São Francisco

Matheus chegou a Canindé no sábado (29), e logo foi entrevistado pela equipe de reportagem da TV Atalaia (Aracaju), afiliada da Rede Record, questionado sobre a emoção que sente em cima da moto, respondeu; “Faço o esporte que amo, represento a minha cidade, Equipe e Patrocinadores, por isso estou sempre com grandes expectativas para as corridas, e a todos a emoção é garantida, desde a largada, saltos e a bandeirada final”. 

Foto Movidrone
Nos treinos do sábado o piloto andou bem, mas percebeu que teria que se superar, pois pilotos sergipanos, alagoas e Pernambuco chegavam para pontuar na Copa.


No domingo Matheus competiu em três categorias, uma verdadeira maratona para o piloto. A primeira prova foi da Nacional 230, depois de largar em 3º o barroquense precisou de poucas voltas para chegar a ponta e venceu com vantagem. Na Nacional Força Livre, um susto, Matheus se choca com outra moto que caiu logo à sua frente, e foi também atingido por uma que vinha logo atras. O Lama levanta rápido da a partida e parte para o que ele gosta de fazer, uma corrida de recuperação, como os três primeiros colocados em meia pista. Como disse o locutor Bidio Cross; ‘Matheus vem debulhando um por um”, o Lama fez belas ultrapassagens , duas deles num salto marcante, restando 1 volta Matheus assume a liderança e leva locutor, público e equipe ao delírio, após a bandeirada, os parabéns por mais uma vitória.


Quem imaginou que a emoção havia terminado, surpreendeu-se pois ainda restava a Categoria MX1 Importada. A largada foi na seqüência da Força Livre, Matheus largou mal, fez duas voltas sem acertar o traçado, mas logo estava voando no circuito, Lama recuperou posições, chegou ou 2ª lugar e partiu em busca do líder, porém na metade da prova o pneu traseiro furou, Lama sofre para segurar a pressão, mas depois de uma disputa incrível com Morcegão de Itabaianinha, levou a bandeirada em segundo. O campeão foi o sergipano Luizinho Costa.

Patrocinadores e parceiros do Piloto Matheus Lama

@ Nossa Voz Esportes

1 comentário:

  1. Esse garoto merece, você com toda simplicidade vem conquistando seu objetivos, e som tem a crescer você merece meu rei...
    Grande abraço de seu amigo Adriano Alcantara o velho Canjica...

    ResponderEliminar