quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Barrocas: "Tava passando por uns momentos difíceis" disse jovem que foi dado como desaparecido pela família.




No dia 30 de outubro, João Carvalho da Silva, 17 anos, partiu da casa da vó no Povoado de Lagoa Redonda sem informar aos parentes qual seria o seu destino, deixando todos preocupados com o seu paradeiro (ver aqui).

Para felicidades dos familiares seis dias depois de partir, João foi localizado por uma irmã, ele se encontrava na casa de um tio que mora região de Itaberaba Bahia (ver aqui).

De volta a Barrocas, atualmente trabalhando e se dedicando ao esporte, esta semana o jovem craque que já vestiu a camisa da Equipe do Cristal Viladouro, procurou a Redação do JANV para falar sobre o caso, ele queria explicar o que aconteceu e o que o levou a sair da comunidade onde mora.

"Tava passando por uns momentos difíceis, depois que sai, voltei melhor, com a mente mais tranquilo já conseguiu um trabalho e estou fazendo academia para voltar a jogar futebol que é o meu sonho" contou João.

O jovem contou ainda que já tinha um destino programado quando viajou; "Eu planejei tudo, peguei o endereço com meu tio que mora em Andaraí próximo de Itaberaba, e na sexta-feira dia 30 às 5 horas da manhã saí, peguei carros de linha pagando as passagens e cheguei lá às 14 horas da tarde" revelou. 

João afirmou que iria informar o seu paradeiro a família assim que chegasse a residência do tio, porém logo percebeu que os chips do celular não funcionaram na região, por isso passou por momentos de apreensão para localizar o tio, sendo necessário a ajuda de pessoas desconhecidas; "conseguiu convencer uma pessoas e pedi para fazer uma ligação para meu tio, ele me explicou como chegar e fui para a localidade onde mora, quando chegou nos encontramos, mas no local não tinha sinal, só quando voltamos para cidade que pude falar com minha irmã" revelou.

A maior preocupação do jovem, era com a avó, por isso pediu a um irmão que cuidasse dele enquanto estava fora.

Sobre a paixão pelo futebol João disse que vai seguir em busca do sonho de ser um jogador profissional; “Estou bem focado, entrei na academia e penso em voltar aos treinos em breve. Gosto muito de jogar futebol, foi um dos motivos que me levaram a voltar, por isso vou continuar em busca do profissionalismo independente de time eu quero seguir jogando”.

De volta a sua cidade após os dias fora, João disse que as pessoas o paravam na rua para saber o que houve; "Como eu já tinha trabalhado num mercadinho, era bem conhecido, as pessoas me chamavam na rua para saber o que aconteceu, ai eu explicava tudo. Importante é que estou bem melhor e pronto para tocar a vida" afirmou, para logo agradecer a todos que se preocuparam com ele. 

@ Nossa Voz da Redação 

Sem comentários:

Enviar um comentário