sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Barrocas: Acusado de agredir companheira, homem acabou preso e ainda teve moto incendiada

Honda modelo CBX 250 Twister ficou parcialmente destruída. 
Iuri Oliveira da Silva, 27 de anos foi preso pela segundo vez neste ano, com acusação de ter agredido a sua companheira que reside no Povoado de Lagoa Redonda, zona rural de Barrocas. Depois da sua prisão, a motocicleta usada por ele foi encontrada incendiada no quintal da casa onde mora o casal,

Iuri havia sido preso em flagrante pela Polícia Militar em junho, quando foi indiciado na Lei Maria da Penha (ver aqui). Nesta quinta feira dia (3), após a suposta confusão o acusado foi detido pela PM quando estava na residência da sua mãe no mesmo povoado.


Acusado nega agressão
O casal mora junto a cerca de três anos, na delegacia Iuri negou ter agredido novamente a companheira, segundo ele não houve sequer discussão, sobre o incêndio da moto, por está preso, ainda não sabia do ocorrido, ao ser informado comentou que ganhou a moto de presente; "A moto foi um presente que ela me deu, e ela mesmo já havia ameaçado tocar fogo" revelou. Moradores da região de Lagoa Redonda, relataram que o incêndio começou por volta das 19h, a motocicleta Honda modelo CBX 250 Twister ficou parcialmente destruída. 



Uma filha da mulher que acusa Iuri, revelou que a mãe, após a confusão viajou para Salvador, por isso não temos a versão dela sobre os fatos.


@ Nossa Voz

Sem comentários:

Enviar um comentário