terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Barrocas: Porque o Posto de Atendimento do Bradesco ainda não está funcionando?

O que tá faltando para o PA do Bradesco ser inaugurado?
Parece até uma novela, são vários os capitulo desse história sem previsão de um final feliz, o enredo é o mesmo; O Posto de Atendimento do Bradesco em Barrocas continua sem inauguração. Enquanto isso, a população precisa chegar cedo e pegar filas nos correspondentes para, se ainda tiver dinheiro conseguir sacar alguma quantia.

Mesmo com a estrutura visivelmente pronta e equipamentos instalados o atendimento que chegou a ser anunciado por um gerente, não foi iniciado e desta vez não há sequer uma alegação.

Foi em fevereiro de 2015 que aconteceu a primeira reunião entre a CDL e representantes do Banco, quando o então ex-presidente Clécio Queiroz ficou otimista com a possibilidade de instalação do PA na cidade. Desde então muitas coisas aconteceram, no dia 4 de novembro de 2015, procurada para dá explicações a CDL informou que o funcionamento da PA dependia da Prefeitura, porém mesmo com a assinatura do prefeito, o posto ainda não foi colocado em funcionamento. E agora qual é desculpa?

Tentamos contato com o provável gerente do P.A de Barrocas, Sérgio Emanuel na manhã desta terça-feira (2) por telefone, até o momento não tivemos o retorno do mesmo para esclarecer a situação a população. 



Comerciante há 30 anos, Ailton Queiroz Santana, 50 anos, conhecido como Boto, semanalmente vai até algum banco quitar boletos e verificar sua conta, há alguns meses deixou de usar os serviços através dos correspondentes, segundo ele as filas e falta de comodidade fizeram optar por outro banco, a decisão foi tomada após passar por diversas situações que o desagradou; "algumas vezes falta dinheiro, pior é quando esperamos horas na fila e quando chega a vez falta dinheiro. Eles precisam ter mais respeito com os usuários" afirmou. 

Uma senhora de 68 anos que preferiu não se identificar, disse que por diversas vezes ficou horas na fila e mesmo assim não consegui sacar; "tive que ir para Serrinha, paguei a passagem e lá foi rápido, sem fila, tinha até cadeiras pra sentar" contou. Além de deixar os afazeres domestico, a aposentada deixou de comprar no comércio local; "saí sem dinheiro daqui de Barrocas, só depois que saquei que puder pagar o carro, aproveitei e fiz minhas compras lá mesmo" afirmou a aposentada. 

De acordo com informações da Câmara de Dirigentes Logistas de Barrocas (CDL) toda as questão cabível ao órgão, inclusive em relação a mediação entre Prefeitura e Bradesco foram realizadas buscando o funcionamento do P.A. Em relação a pendencias a representante da CDL confirmou a assinatura do gestor, Almir de Maciel, e desta vez disse que aguarda o retorno da gerência do banco.

Os serviços prestados em correspondente bancários tem levado a população a enfrentar longas filas, já em relação aos saques dependente de empresários que depositam dinheiros ou pagam contas na maioria das vezes só assim é possível receber benefícios. 


@ Nossa Voz - Por Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário