quinta-feira, 21 de julho de 2016

Número de Vereadores na Câmara Municipal de Barrocas poderá aumentar em 2017

Alguns dos Vereadores que formaram a primeira Câmara de Vereadores de Barrocas em 1985
Desde que voltou a condição de cidade em 30 de março de 2000 a Câmara Municipal de Barrocas contou com nove vereadores, com aumento da população, já nas eleições de outubro o número de vagas poderá passar de 9 para 11.

Nas quatro eleições anteriores, 2000, 2004, 2008 e 2012 apenas um vereador conseguiu se eleger em todas elas, nenhum eleito que perdeu a eleição seguinte, conseguiu retornar a casa legislativa apesar das tentativas, em todos os pleitos houve renovação em parte das 'cadeiras' ocupadas.

Vereadores que formaram a 1ª Câmara após a reemancipação
A Câmara em 2000: Neste ano, formaram o Legislativo Municipal os vereadores; Abelardo dos Santos Oliveira, Gerson de Queiroz Ferreira (Gerson do Lavador), Gilberto de Queiroz Brito (Betão), João Luiz Damião (Dudinha), Joilton Avelino de Queiroz (Tita de Roque), José Eides Avelino de Queiroz (Zé Eides), Joaquim João de Oliveira (Joaquim do Bom Gosto), Justiniano de Jesus Mota (Tinho da Lagoa da Cruz) e Luiz dos Santos Queiroz (Pimba de Ziza). Com o falecimento de Abelardo dos Santos Oliveira durante o mandato, foi empossado o suplente José Queiroz da Silva (Sapinho).

A Câmara em 2004: Apenas seis vereadores se reelegeram naquele ano, como não conseguiram votos suficiente os edis, José Queiroz da Silva (Sapinho), Joaquim João de Oliveira e José Eides Avelino de Queiroz deixaram a Câmara, em seus lugares assumiram os novatos Maria Lucenir Mota Oliveira (Cenir do Oricuri), Miguel Carvalho de Queiroz (Guel) e José Renilvado de Oliveira (Banha), os três havia tentado sem êxito, se eleger já na primeira eleição. Estes formaram o legislativo com os reeleitos; Gerson de Queiroz Ferreira (Gelson do Lavador), Gilberto de Queiroz Brito (Betão), João Luiz Damião (Dudinha), Joilton Avelino de Queiroz (Tita de Roque), Justiniano de Jesus Mota (Tinho da Lagoa da Cruz).

Câmara de 2008
A Câmara em 2008: Neste ano, Joilton Avelino o Tita de Roque não concorreu a reeleição, ele foi o primeiro vereador com mandato a deixar a casa para concorrer ao cargo de prefeito, sendo derrotado. Já o vereador Justiniano de Jesus Mota (Tinho da Lagoa da Cruz), que desde a primeira emancipação, venceu todos os pleitos que disputou, se afastou e apoiou o filho que acabou eleito. O poder legislativo passou em 2008 pela maior transformação, com seis novos nomes ficou assim formado; João Luiz Damião (Dudinha da Minação), Gilberto de Queiroz Brito (Betão), Miguel Carvalho  de Queiroz (Guel de Quinca), estes reeleitos e Jose Inácio Pinto Pereira (Zé Inácio), José Eclécio Queiroz (Kekeu de Dãozinho) Ailton Ferreira de Queiroz (Braz de Tonho Tripa), Julio de Tinho, Waldir Ferreira (Dida de Raimundo da Farinha) e  José Santiago (Nitinho da Ladeira) foram os novos eleitos.

Câmara de 2012 junto com Prefeito e Vice prefeito eleitos
Câmara em 2012: Talvez a última eleição com 9 vagas em disputa, neste ano elegeram-se; Miguel Carvalho de Queiroz (Guel), José Eclécio Queiroz da Silva (Kekeu), Waldir Ferreira Queiroz (Dida), João Luiz Damião (Dudinha), José Inácio Pinto Pereira (Zé Inácio), José Santiago, José Santiago de Carvalho (Nitinho), além dos novatos Adelson de Queiroz Brito, Gerinaldo Moreira Queiroz, Antonio Carlos Lima Ferreira (Tonho da Loja). Com o pedido de afastamento do edil Adelson Brito para assumir a Secretaria de Saúde, o suplente Evanício Avelino de Queiroz (Rupiado) assumiu uma cadeira até o retorno do vereador em março deste ano. Neste ano, o ex-vereador Joilton Avelino de Queiroz foi eleito vice-prefeito, Tita foi o primeiro vereador eleito após a reemancipação a disputar uma eleição como vice. Antes dele Joseval Mota havia sido vereador antes de se eleger vice de Edilson, mas exerceu o mandado de vereador pela cidade de Serrinha, assim como Edilson antes de ser tornar prefeito também foi vereador pela cidade vizinha.

Até 2012, ao logo dos 16 anos foram eleitos para ocupar o cargo de vereador 21 cidadãos barroquense, dois suplentes assumiram o cargo durante o mandato, assim 23 barroquense já ocuparam o cargo de vereador no município. Destas apenas o vereador João Luiz Damião, o Dudinha da Minação participou de todas as formações do legislativo, sendo eleito nas quatro eleições. 

Com o aumento no número de eleitores, conforme tabela abaixo, em 2016 Barrocas deverá ter 11 vagas em disputa no dia 2 de outubro. A alteração se dá porque segundo estimativa do IBGE a cidade superou os 15 mil habitantes. Mas como trata-se de estimativa, ainda há certa dúvida quanto ao aumento.


O aumento de 'cadeiras' vem junto com o aumento dos salários, os vereadores que conseguirem se eleger irão receber cada um R$ 7.596,60 (sete mil, quinhentos e noventa e seis reais e sessenta centavos). 

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário