segunda-feira, 11 de julho de 2016

Sem lixeiras nem coletores, lixo se acumula nas imediações do Centro de Abastecimento em Barrocas


Sacos, sacolas, embalagens, garrafas pet e vidros, restos de alimentos orgânicos e até ossadas de animais são encontradas espalhadas no entorno do Centro de Abastecimento da cidade.

A falta de locais apropriados para o lixo ser depositado e em seguida recolhido, aparentemente é o principal agravante para um problema antigo, que inclusive envolve também a sociedade que nem sempre descarta de forma adequada os resíduos, mas se não há coletores onde jogar o lixo? 

A tarefa de limpeza urbana é de competência do poder público municipal, por ser um serviço de saneamento básico e de saúde pública de interesse predominantemente local. Para isso a Prefeitura Municipal contratou uma empresa, cabendo a ela além da coleta de lixo, a varrição de ruas e a destinação final dos resíduos sólidos.


Além disso, existem na administração o Departamento de Meio Ambiante e também a Superintendência de Meio Ambiante, órgãos ligados à Secretaria de Obras e Infra Estrutura, estes deveriam através dos seus servidores fiscalizar o não cumprimento do que compete à empresa, mas pelo visto isso não está acontecendo.


Enquanto o lixo se acumula não apenas próximo ao Centro de Abastecimento, a Superintendência de Meio Ambiante surpreendeu a todos com a implantação de um bebedouro para animais que vivem na rua, a intenção pode até ser boa, mas a forma de tratar os animais certamente não é a mais adequada e ainda há muito o que ser feito. Por exemplo, a cidade sequer conta com um canil público. A ação gerou polêmica pois, antes de uma placa ser instalada, a população não estava entendendo o motivo daqueles dois quadrados seram implantados no meio do canteiro central, próximo a estação. Será o local ideal? Nossa equipe manteve contato por telefone com o Superintendente Eraldo Ferreira, como ele não podia tratar do assunto naquele momento, ficou de entrar em contato mas até o fechamento desta matéria não retornou a ligação para explicar a implantação do polêmico bebedouros para cães e gatos.


@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira e Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário