terça-feira, 19 de julho de 2016

Barrocas: Profissionais discutem melhorias para Educação e dão inicio a criação do PPA

Foto: Reprodução Facebook
A ação acontece graças ao projeto do MOC (Movimento de Organização Comunitária), voltado para 2016-2017, com o título “Melhorar a Educação do Campo no Semiárido da Bahia”.

O encontro foi realizado na sede da Secretaria Municipal de Educação, durante a manhã e tarde da segunda-feira (18) e reuniu professores, coordenares e diretores da cidade de Barrocas e Lamarão, além da presença da secretária de educação Ana Clécia Queiroz. Trata-se da primeiras etapa do projeto que é amplo e surge com o desafio de buscar equacionar, planejar e direcionar o orçamento Público dos seis municípios onde foi implantado, para que assim haja melhorias na qualidade da educação pública e de modo particular da Educação do campo.

O encontro contou com a participação do professor Djair Silva, especialista em Orçamento Público e o Financiamento da Educação,  representante do MOC que apresentou a oficina de orçamento público e financiamento dentro da realidade e contexto do município de Barrocas. Além do projeto "Melhorar a Educação do campo no Semi-árido da Bahia". 

Saiba mais clicando abaixo, leia texto do Presidente do Conselho Municipal de Educação Robenildo Brito.

O projeto teve inicio nessa segunda com a 1ª oficina “ORÇAMENTO PÚBLICO E FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO MUNICIPIO DE BARROCAS e é articulado no município pelas Coordenadoras, Professora Angélica Brito- Coordenadora do Projeto do MOC (Baú de Leitura) e coordenadora/formadora do Pacto pela Educação da Bahia e Professora, Regiane Santiago Coordenadora da CAT( Educação do campo).a mesma foi ministrada pelo Professor DJAIR SILVA- Especialista em Orçamento Público e o Financiamento da Educação no Brasil. 
Durante o processo foi feito a leitura da situação da educação no Brasil, fazendo contraponto com a de Barrocas, baseado em dados dos anos anteriores, e todo este percurso de formação e debate visa pensar as estratégias, programas ações da SEMEB, sempre pautado no PME-Plano municipal de Educação aprovado ano passado pela lei municipal 309/2015,que esquematiza todas as propostas da Educação do município. desta forma, juntos iremos construir o PPA- Plano plurianual para os próximos quatro anos.de forma, coerente, especializada e participativa, pautado no que determina a constituição de 1988 em seu artigo 165. 

Esta foi de grande valia e resultou na primeira etapa da formação, foi criado uma comissão a qual terá o objetivo de articular e está a frente das ações no município ,bem como, planejar o calendário e as propostas para o PPA. Orientada e presidida pelo Professor DJAIR SILVA. Contou com a presença de professores, Diretores escolares, Coordenadores da Educação do município em todos o segmentos, secretária municipal de Educação Ana Clécia, técnicos administrativos da Secretaria e representantes do Conselho municipal de Educação, através do presidente Robenildo Brito dos município de Barrocas e Lamarão. 

Esta ideia do MOC é louvável e deveria ser copiado por toda a gestão, é um sinalizador de que é preciso planejar as ações para que não se esbarre nos entraves que a lei impõe, nem tão pouco fique engessados pela burocracia e automaticamente seja pego pela Lei de responsabilidade fiscal que é a “vilã” da gestão pública na atualidade. Além do mais a Educação precisa ser pensada por quem faz educação e os seus orçamentos deverão partir do princípio da necessidade de fazer educação para todos e em todos os estágios da vida. como força e principal viés emancipador do homem.

Robenildo Brito - Presidente do CME/Barrocas

Sem comentários:

Enviar um comentário