terça-feira, 19 de julho de 2016

Bloqueio temporário do Aplicativo WhatsApp provocou reclamações em todo país, em Barrocas não foi diferente.

Postagens no Grupo Jornal A Nossa Voz
Mais uma vez o WhatsApp foi bloqueado em todo território nacional, a notícia se espalhou antes mesmo do bloqueio, e foi dada através do jornal Globo News na manhã desta terça-feira (19). 

De acordo com a reportagem as empresas de telefonia já haviam sido notificadas, e mais uma vez o bloqueio se deu depois que o Facebook – atual dono do aplicativo de mensagens – se recusou a cumprir a decisão judicial para fornecer informações para uma investigação policial. 

Em Barrocas, interior da Bahia, assim como em todo país a informação foi recebida de forma negativa pelos internautas, muitos reclamaram bastante da decisão judicial.

De acordo com a decisão, o bloqueio do WhatsApp deveria acontecer imediatamente. Contudo, as empresas de telecomunicação fizeram uma espécie de acordo para começar a interromper o funcionamento do mensageiro às 14h de hoje. Até às 18h, o bloqueio deveria estar completamente realizado. Por sua vez, segundo informações, o WhatsApp informou que não cumpriu a ordem judicial por 'impossibilidades técnicas' uma vez que não copia ou arquiva as mensagens compartilhadas pelos usuários.

"WhatsApp trata Brasil como ‘republiqueta’, diz juíza que determinou bloqueio do aplicativo"

Autora da decisão que determinou o novo bloqueio do WhatsApp, a juíza Daniela Barbosa de Souza, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Duque de Caxias (RJ), classificou como um "total desprezo às leis nacionais”, segundo a juíza, o Facebook, proprietário do aplicativo de troca de mensagens, enviou como resposta um e-mail em inglês, “como se esta fosse a língua oficial deste país”, o que a irritou. A magistrada disse também que a companhia trata o país “como uma republiqueta” e ainda sugeriu que ela respondesse perguntas em inglês. "Ora, a empresa alega, sempre, que não cumpre a ordem judicial por impossibilidades técnicas, no entanto quer ter acesso aos autos e à decisão judicial, tomando ciência dos supostos crimes investigados, da pessoa dos indiciados e demais detalhes da investigação", diz ela.

Por volta das 17 horas, vários sites publicaram notícias sobre o posicionamento do STF que suspendeu a decisão do tribunal no Rio de Janeiro; STF suspende decisão de tribunal no Rio de Janeiro e WhatsApp será desbloqueado (Bahia Notícias).

Postagens no Grupo Jornal A Nossa Voz
O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) que determinava o bloqueio do WhatsApp no Brasil. Com a medida, o aplicativo deverá voltar a funcionar no país. A ordem partiu do presidente da Suprema Corte, Ricardo Lewandowski. 

Em meio a essa polêmica, o ministro da Justiça (Governo Interino), Alexandre de Moraes, afirmou que seu ministério está elaborando um projeto de lei que busca regulamentar o acesso a informações de aplicativos como o WhatsApp.

A caso também foi tratado com humor pelo site o sensacionalismo.com: WhatsApp cogita se filiar ao PSDB para nunca mais ter problemas com a justiça.


@ Nossa Voz Da Redação - Com informações do TecMundo / Bahia Notícias

Sem comentários:

Enviar um comentário