quarta-feira, 20 de julho de 2016

Barroquense de 62 anos pedala até 150km por semana e recomenda; "pedalar faz bem"

Foto: Victor Santos
Manoel Araújo da Silva, de 62 anos, surpreende apaixonados e praticantes do ciclismo com os números semanais das suas pedaladas, tudo registrado em seu celular, à nossa equipe ele contou que chega a percorrer até 150km semanalmente com sua bicicleta.

Seja em passeios pelo município, idas e vindas às cidades vizinhas ou simplesmente se locomovendo pela cidade para resolver alguma coisa, Manoel está sempre acompanhado da sua 'magrela' (bicicleta); "Não ando mais a pé, tão pouco de carro ou moto, ando de bicicleta". Na manhã desta quarta-feira (20) o aplicativo strava já informava que 70km havia sido percorrido. 

Celular registra roteiros e distância
percorrida.
Ao longo da sua vida o barroquense Manoel tem registradas em sua carteira de trabalho 9 profissões, e mais 5 funções que exerceu paralelamente, mas chegou a parar de trabalhar por problemas de saúde que comprometeram por um tempo até mesmo sua locomoção. 

A opção da bicicleta surgiu quase como uma necessidade na vida de Manoel, primeiro como uma maneira mais fácil para locomover-se dentro da cidade, logo se revelou importante para a saúde e se tornou uma opção de lazer; "Antes da bicicleta até para caminhar dentro de casa era uma grande dificuldade, alguns problemas ortopédicos me privavam de por exemplo ir na rua caminhando" conta. Quando adquiriu a sua bicicleta monark logo deu um 'trato' no visual, após algum tempo instalou também equipamentos de segurança, acessórios e a modificou para pedalar grandes distâncias. 

Manoel afirma que é apaixonado pelo ciclismo, e tem especial paixão por sua bicicleta, a monark, com aros 26. Nos fins de tarde, é quase comum vê-lo entre jovens e adolescentes pedalando, nas rodas de conversa Manoel, faz questão de falar dos benefícios de pedalar e sempre motiva as pessoas das diversas idades a começar a praticar o ciclismo. 


Ele não deixa dúvidas de que a atividade física trouxe dezenas de benefícios em curto e longo prazo; "passei a ter uma saúde controlada, não tenho colesterol nem diabetes, o sistema imunológico está melhor, as articulações desenvolvi melhor". 

Os elogios a prática do ciclismo não param; "A bicicleta surgiu em uma boa hora, se eu não utilizasse este artifício chamado as vezes de magrela, talvez eu estaria usando uma moleta ou na cadeira de rodas, porque eu andava mal, recordo que para me locomover do quarto pro banheiro era quase impossível, porque os joelhos doíam". 

Já nesta semana, na segunda-feira (18) a bordo de sua bicicleta, Manoel fez compras na cidade de Serrinha, trouxe os produtos em sua garupa, cerca de 12kg, e garante que faz roteiros grande e pequenos sempre com cuidado; "gosto de percorrer os povoados de Barrocas, indo pelo Rosário, Lagoa da Cruz, Minação, Ladeira, Nova Brasília e Gitaí". O aplicativo strava, que registra a quilometragem, roteiro, calórias queimadas auxilia com as estatísticas do ciclista. 

Foto: Kauã Sherman
Motivado e feliz com os resultados obtidos, Manoel da bicicleta é referencia para muitos jovens que gostam de pedalar, seja pela dedicação e compromisso com o ciclismo, a artrose que o deixava quase debilitado hoje é quase neutra, no final do bate papo, demonstrando felicidade em falar do assunto,  ele deixou um recado para os jovens e idosos "procurem praticar alguma atividade física, o esporte me fez bem, pedalar me faz bem, e isso pode servir para muitas pessoas" destacou.

@ Nossa Voz - Da Redação Por Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário