quinta-feira, 21 de julho de 2016

Barrocas realizou o 2º Fórum Comunitário do selo UNICEF

Fotos Reprodução Facebook - Pagina Prefeitura Municipal de Barrocas
O Colégio Municipal de Barrocas sediou o 2° Fórum Comunitário do selo UNICEF que aconteceu na quarta-feira dia 20 de julho às 10h da manhã.

Após 3 anos de intensa mobilização nos municípios pela melhoria nas condições de vida de crianças e adolescentes no final deste ano, segundo a página oficial da Prefeitura Municipal de Barrocas, se encerra a atual edição do Selo UNICEF, 'mas, até a divulgação dos vencedores, os municípios ainda devem cumprir algumas atividades, entre elas o Fórum Comunitário, cuja realização é uma das condições necessárias para continuar participando dessa edição' esclarece. 


Ainda de acordo com a PMB, na oportunidade o município prestou contas á população de todas as ações estratégicas realizadas durante a edição com a 'Feira Crescendo Juntos', na qual os adolescentes do 'NUCA' apresentaram 6 ações das 27 ações estratégicas, sendo duas através da Secretaria de Municipal de Assistência Social; 'Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes' e 'Combate ao Trabalho Infantil'. Duas da Secretaria de Saúde, 'Combate ao Mosquito Aedes aegypti' e 'Semana do Bebê', além da Secretaria de Educação que participou com duas ações; 'Projeto CAT', Educação no Campo e o 'Esporte Educativo' através das ações do IFA - Instituto Fazer Acontecer. 


O articulador do selo no município Augusto Heider em sua fala citou o que seria o selo Unicef, ele que à anos atua na área sendo um dos principais responsáveis pelas certificações do município pelo UNICEF. Já o secretário de Cultura Esporte e Lazer Petronilio Bispo agradeceu as secretarias envolvidas e frisou a importância das ações trabalhada nesta edição, as quais trata da primeira infância onde tudo começa, tudo acompanhado pela mediadora encaminhada pelo Unicef. 


Após este ato o município fica no aguardo e expectativa de mais um título de Município Aprovado Unicef.
@ Nossa Voz - Por Milena Araujo com informações da ASCOM

Sem comentários:

Enviar um comentário