quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Dia do Servidor Público: "Queremos o respeito, a valorização e garantia de dignidade", afirma Gilmar Mota

Imagem Divulgação / Reprodução
Servidor público e diretor da APLB Barrocas, Gilmar Mota aproveitou o dia em que se comemora o Dia do Servidor Público (28 de outubro) e escreveu em seu perfil sobre a urgência em promover o efetivo respeito, valorização e dignidade de quem está a serviço das instituições públicas. O texto repercutiu na web e nos aplicativos de troca de mensagem, justamente por questionar o modelo de valorização dos servidores do município. 

Leia o texto na integra: 
Gilmar Mota

Qual a melhor forma de homenageá-los? Seria encher as redes sociais de cards prontos, facilmente encontrados na internet com mensagens hipócritas? Essa é a mais usual!
Como servidor, gostaria de está sendo homenageado com valorização profissional, com acesso a cursos de qualificação promovidos pela instituição a que tenho vínculo, conforme preconiza a legislação. O que temos? 
Custeamos diversos cursos de aperfeiçoamento com os próprios recursos e sequer o que tá posto na lei para reconhecê-los é considerado, tampouco temos o direito receber o retorno dos pleitos. 

Mazelas? Não nos faltam diariamente! Condições pífias de trabalho, salários defasados, elementos básicos para desempenho da função não nos são dadas. Entretanto, boa parte da sociedade acha que temos que nos contentar apenas a um fato que é DIREITO nosso e OBRIGAÇÃO da administração fazer, o pagamento em dias. Esse "benefício" tem nos custado muito, muito caro se pesarmos na balança com as demais questões aqui postas e ainda aquelas que não foram mencionadas.

Queremos homenagens sim, mas acima de tudo, queremos o respeito, a valorização e garantia de dignidade para desempenhar nossa honrosa missão!

O dia 28 de outubro comemora-se o dia do funcionário público. A data foi instituída no governo do presidente Getúlio Vargas, através da criação do Conselho Federal do Serviço Público Civil, em 1937.
Da Redação - (Texto: Gilmar Mota) - Via Redes Sociais

Sem comentários:

Publicar um comentário