sexta-feira, 9 de maio de 2014

Semana da Família abordará proteção a mulheres, crianças e adolescentes


Ações incluem palestras, oficinas e sessão de cinema em Barrocas e Teofilândia

Barrocas (BA), 9 de maio de 2014 – Entre os dias 12 e 15 de maio, o Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental realizará dez atividades nos municípios de Barrocas e Teofilândia, com a finalidade de ressaltar a proteção a menores e mulheres, além de realizar um encontro com grupo de idosos. A iniciativa faz parte do módulo Família, do programa Integrar, que auxilia na qualidade de vida dos moradores.

Entre os destaques, estão as palestras sobre violência doméstica, oficina para crianças de 6 a 11 anos, além da exibição do filme “O Segredo” para alunos do Ensino Fundamental do Centro Educacional Desembargador Júlio Virgílio, em Barrocas. O longa retrata dramas emocionais, conflitos sociais e o poder da vontade e determinação para alcançar metas.

“O objetivo é ajudar a mudar a realidade local implementando ações de acordo com a necessidade de cada região. A Semana da Família vai trazer diversas informações aos habitantes, com foco no bem-estar, na proteção ao cidadão e combate à violência”, diz Karine Babosa Barreto, analista de Comunidades da Mineração Fazenda Brasileiro (MFB), empresa da Yamana. Elaborado após pesquisas que identificam aos anseios da população, o Integrar será direcionado a empregados, crianças, jovens, idosos e comunidade em geral.

Confira a programação - Barrocas:


Sobre a Yamana
A Yamana é uma empresa produtora de ouro com sede no Canadá. Tem significativa produção de ouro e áreas para produção deste metal em estágio de desenvolvimento, além de áreas em pesquisa e direitos no Brasil, Chile, Argentina e México. O plano da Yamana é continuar a crescer a partir desta base, por meio da expansão e aumento da produção das minas em funcionamento, do desenvolvimento de novas minas, de avanços nas áreas em pesquisa e permanecendo atenta a outras oportunidades de consolidação de operações com ouro, com foco primário nas Américas. Espera-se que sua produção aumente mais de 60% para um índice anual de 1,7 milhão de onças de ouro-equivalente em 2014, por meio do desenvolvimento de novas minas, expansão das operações atuais e o avanço dos projetos de exploração.

Sem comentários:

Enviar um comentário