quinta-feira, 1 de maio de 2014

Trabalhadores barroquenses falam no ‘Dia do Trabalhador’.

Como homenagear os trabalhadores diante da grandiosidade que cada um tem, independente da sua profissão ou função? O JANV que é fonte de informações para tantos trabalhadores, muitos que vivem longe de sua terra natal é que buscam em nossa página, notícias, histórias, imagens, querendo também está mais perto do lugar onde nasceram, então decidimos que o mais correto seria conversar com eles.

Maxsuel de Jesus Pinto 22 anos, atualmente trabalhando em Marília - SP, Auxiliar Administrativo, Construtora OAS

“Com objetivos à frente, em busca de uma realização profissional, simplesmente lutando pelo pão de cada dia, estes são os homenageados neste dia. 1º de maio não é um dia qualquer, sinto-me feliz por fazer parte desta classe, responsável pelo desenvolvimento e progresso do nosso país. Gostaria de parabenizar a todos trabalhadores da nossa cidade, mas principalmente aqueles que deixam a sua terra, chamados também de trecheiros, sejam operários ou gerentes, independentemente do cargo, hoje é o dia de todos. Daqueles que derramam o seu suor e dedicam as suas vidas no cumprimento do seu oficio. Parabéns a todos!”

Josué Pereira Dos Santos, 22 anos, no momento está em Barrocas, porém estava em São Paulo. Desde que viajou pela primeira vez já trabalhou em 3 cidades, entre elas Porto Alegre.

“Vida de trecho não é fácil, mas vale a pena! Quando via meu pai viajando eu pensava num vejo a hora de chegar o dia da minha primeira viagem. E quando chegou o dia alegria ansiedade tudo junto, mas foi quando vir o olhar triste de minha mãe que percebi que não seria fácil. Mas mesmo assim com a cara e a coragem segui o caminho que muitos barroquenses fazem. Foram dias de Luta, mas também de muitas alegrias apesar de tudo deu tudo certo graças a Deus hoje eu mim orgulho em dizer que sou um carpinteiro e respeito muito qualquer homem que tem a coragem de sair nesse mundão de Deus. Nesses 2 anos e meio de carpinteiro tenho muitas historias pra contar umas alegres outras nem tanto, muitas amizades verdadeiras, colegas de trabalho que como a gente (trecheiro) morreram em busca de seus sonhos e de seus familiares por isso nesse dia do trabalhador venha através desse texto homenageia todos carpinteiros, pedreiros enfim todos aqueles que viajam pra longe de seus entes queridos em busca dos seus sonhos.

Givaldo Ferreira de Oliveira, 46 anos, depois de trabalhar na área de Mineração, atualmente é Vidraceiro em seu Comércio aqui em Barrocas.

“Neste dia tão especial gostaria aqui de falar um pouco sobre o meu trabalho a minha profissão a mais de 10 anos estou trabalhando na área de vidraçaria é um trabalho como outro qualquer porem um pouco complicado temos que ter muito cuidado e cautela ao manejar o mesmo vidro é como energia não permite erro, portanto neste dia do trabalhador quero parabenizar a todos e desejar muita paz e muita saúde que deus abençoe a todos os trabalhadores e trabalhadoras”

Através desde homens, queremos homenagear a todos trabalhadores e trabalhadoras que lutam diariamente para de forma honeste não só dar uma vida melhor a suas famílias, mas também para fazer a cada dia uma Barrocas, uma Bahia, um Brasil melhor.

 @ Nossa Voz - Participação Popular

Sem comentários:

Enviar um comentário