segunda-feira, 27 de junho de 2016

Barrocas: Enquanto isso no WhatsApp...

Montagem JANV
Os últimos episódios envolvendo políticos barroquenses e suas aventuras no famoso aplicativo WhatsApp deve ter levado muita gente a refletir sobre o caráter desses nossos ‘representantes’ ou candidatos à tal posto.

Palavrões, xingamentos, acusações, ofensas, não falta nada nesse ambiente que até a eleição ( 02 de outubro) deve piorar ainda mais. Se uns se afastaram por chegarem ao entendimento de que a nada estava levando as suas manifestações polêmicas nas redes sociais, outros entraram na ‘Roda’. 

Nas mensagens e principalmente nos áudios divulgados nos últimos dias, supostamente pelos próprios autores, tem vereador chamando cidadão de meliante, e logo sendo replicado, candidato a prefeito acusando vereador de vender abacaxi por altos valores, grupo político chamados de 'renca de safados' por vereador e por aí vai. E as Propostas? Não, eles ainda não chegaram e este nível, talvez logo comecem a prometer, se não o fizerem no zap, devem utilizar os palanques, porém serão apenas 45 dias de campanha, assim vai sobrar tempo para eles atuarem nas redes sociais

"Doutor, é respondendo aí o que você me pediu, eu quero que você e sua renca de safado que tem aqui administrando nosso município, prove que eu já vendi algum tipo de abacaxi aí a Prefeitura ou a qualquer órgão público desse município" (descrição) parte do conteúdo de um dos áudios atribuídos a um vereador que estaria respondendo a um pré candidato a prefeito.

O eleitor por sua vez, antes de avaliar as falas, deve tá rindo bastante a cada manifestação/exposição, é que diante de tantas decepções, ver políticos sendo escrachado publicamente dá um certo prazer, uma espécie de vingança para quem anda cansado de tanta sujeira nesse meio.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário