quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Faculdade que terá 4 cursos em Barrocas, tem péssima posição no Ranking do MEC

Reprodução Facebook
Com índices abaixo do IGC (indíce de geral de cursos), 21 faculdades baianas foram "enquadradas" pelo MEC por condições insatisfatórias, dentre elas está a Faculdade de Ciências Educacionais de Capim Grosso, recém chegada no município de Barrocas. Os cursos  (administração, ciências contábeis, pedagogia e serviço social) estão sendo ofertado no município através de uma parceria da FCG com a Prefeitura Municipal de Barrocas.  

O IGC mede a qualidade do ensino nas instituições de ensino superior do país e é calculado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). O Índice é avaliado entre 1 e 5 e quem recebe as notas 1 e 2 são classificados com um mau desempenho, passível de punição, como a proibição de novos vestibulares.

Banner / Reprodução
No dia 23 de agosto os candidatos prestarão vestibular no Colégio Municipal de Barrocas, a aula inaugural aconteceu no Salão paroquial da Igreja Católica na noite da quarta-feira (26 de julho), com a presença de representantes da faculdade, do gestor que segundo sua postagem numa rede social, a faculdade foi de sua escolha e trazida com seus esforços: "Gostaria de compartilhar esse momento de alegria e felicidade com cada um de vocês, mais uma promessa de campanha cumprida" escreveu Jai em uma rede social.

As 21 faculdades baianas com índices abaixo da média são: Escola de Engenharia de Agrimensura, Faculdade Unime de Ciências Jurídicas, Faculdade São Tomaz de Aquino, Faculdade do Sertão, Faculdade de Ciências Gerenciais da Bahia, Faculdade Regional de Filosofia, Ciências e Letras de Candeias, Faculdade Santo Agostinho, Faculdade Apoio, Faculdade Presbiteriana Augusto Galvão, Faculdade Montenegro, Faculdades Integrais Ipitanga, Faculdade João Calvino, Faculdade de Ciências Educacionais de Capim Grosso, Instituto Superior de Educação Nossa Senhora de Lourdes, Faculdade do Nordeste da Bahia, Faculdade São Salvador, Faculdade Vasco da Gama, Faculdade do Sertão Baiano, Faculdade Evangélica de Salvador e Faculdade Zacarias de Góes. Do total, seis universidades são privadas e sem fins lucrativos.

@ Nossa Voz da Redação / Por Victor Santos, com Informações do Bahia Noticias

Sem comentários:

Enviar um comentário