quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Barrocas: Mãe elogia médico por atender filho mesmo no horário de troca de plantão, algo que deveria ser comum, mas que infelizmente nem sempre acontece.

Foto: Daniele Oliveira / Arquivo do JNV 
O caso foi relatado no Programa A Minha A Sua A Nossa Voz, apresentado por Rubenilson Nogueira na Rádio A Nossa Voz, nesta quinta-feira (17).

Na manhã de hoje ao perceber que o filho estava com febre alta, a dona de casa Eliete Oliveira Lima, teve dúvidas se levaria o adolescente ao Hospital Municipal, ela temia que coincidindo com o horário de troca de plantões dos médicos, encontrasse resistência por parte dos profissionais, mesmo assim foi a unidade por volta das 7 horas da manhã.

"Quero fazer um elogio a recepcionista e o médico do Hospital Municipal da nossa cidade, eu estive hoje pela manhã lá, cheguei na troca de plantão, eu até pensei que eles não iriam atender, porque sempre quando a gente chega nesses horários, eles tem a desculpa de dizer que é troca de plantão, porque não veio mais cedo e tal. Mas foi no horário que meu filho levantou, ele tava com febre alta e eu acabei descendo nesse horário mesmo, achando que eles não iriam me atender" relatou a dona de casa.

Para surpresa da senhora Eliete seu filho Felipe de 16 anos, não só foi observado como muito bem atendido pelo médico identificado apenas como Doutor Diogo Costa, como pela recepcionista Verônica .

"Quero parabenizar a recepcionista Verônica e o médico que estava finalizando seu plantão, o Doutor Diogo se não me engano. Um médico super educado, muito gentil, muito bom. Quero pedir para o prefeito que ele permaneça fazendo isso colocando profissionais que tenham competência na nossa cidade, para atender nossa população desse jeito que eu fui atendida hoje lá, espero que continue sempre assim. Gostei muito do atendimento e espero que continue assim em todos os setores" destacou a barroquense.

A mãe só lamentou não ter encontrado na Farmácia Popular nenhum dos remédios que o médico receitou: "A medicação que o médico passou não tinha na farmácia básica, ibuprofeno. Sempre preciso ir lá nunca encontro a medicação passada pelos médicos" lamentou.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário