quarta-feira, 7 de julho de 2021

Governo decide pela privatização de 100% dos Correios em único leilão

Agência do Correios de Barrocas

A privatização dos Correios está praticamente definida pelo governo federal, a proposta deve envolver a venda de 100% da estatal, que detém o monopólio do setor postal no Brasil. Para o leilão ocorrer ainda no primeiro trimestre de 2022, como planejado, o Congresso ainda precisa aprovar o projeto de lei que permite que a iniciativa privada atue em operações hoje exclusivas dos Correios.

O Poder Executivo divulgou em março que a desestatização da empresa seria por venda total ou majoritária das ações. Após avanços nos estudos, o governo optou pela primeira opção, ao entender que não deve manter uma participação minoritária nos Correios, como afirmou o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord. A informação foi revelada pelo jornal O Globo e confirmada pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

A estatal deverá ser privatizada por meio da venda de todos os ativos em conjunto com a concessão dos serviços de correspondência. A parte de encomendas, que hoje já não é monopólio público, não deve ser regulada.

@ Nossa Voz Da Redação - Com informações do Correio

Sem comentários:

Enviar um comentário