quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Cicero Gois, os número e os professores barroquenses


O ENSINO EM ‪‎BARROCAS NA FRENTE DO ENSINO DE ‪SALVADOR.
SHOW DOS ‪‎EDUCADORES & ‪ALUNOS BARROQUENSES

Às vezes mesmo distante conseguimos ver os esforços dos funcionários da rede de ensino de Barrocas! Começamos a fazer algumas contas de tantas irregularidades causadas, por um grupo de roedores impregnados em todos os setores.

‎Verdade: O professor é a personificada consciência do aluno; confirma-o nas suas dúvidas; explica-lhes o motivo de sua insatisfação e lhe estimula a vontade de melhorar. Cria situações-problemas, disserta sobre ponto difícil e ensina a ‪transformar-se.

Assim observamos que os mesmos juntos com os ímpetos dos alunos em aprender os conteúdos ‪elaborados por eles, mesmo com tantas barreiras como citei no inicio.

Desde a falta de transporte ‪‎escolar, porque o coitado do motorista por algumas vezes não recebeu daquele que a terceirizou, ou outras vezes aquela empresa laranja do ‪‎Vereador-mor chefe da câmera de vereadores, que vendeu o ‪abacaxi por cifras absurdas acima da media de todas as Capitais, dificultando a quantidade ideal para o suco dos alunos.

Mesmo com todas as barreiras ‪impostas sobre o caminho dos Professores e Alunos, eles conseguem um feito ‪‎histórico, colocar Barrocas a frente da administração educacional de Salvador a Capital do seu próprio Estado. veja no link. http://www.ioeb.org.br/perfil/ba-salvador

Barrocas Sem Censura - Texto de Cícero Gois - Um barroquense em São Paulo

Sem comentários:

Enviar um comentário