terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Barrocas: Lagoa da Cruz e povoados vizinhos estão sem energia a mais de 24 horas, comerciantes sofrem com os prejuízos.

Motos ajudam a iluminar estabelecimento comercial para que os clientes possam ser atendidos
Moradores reclamam da demora no restabelecimento do serviço que foi interrompido desde às 17 horas de ontem logo que começou a chover na região. Além de Lagoa da Cruz um dos maiores povoados do município de Barrocas, faltou luz também no Ouricuri, Minação, Tanque Bonito, Velho Domingo e parte do Rosário, até às 19 horas desta terça-feira o problema ainda não tinha sido resolvido.

Comerciantes calculam os prejuízos, donos de mercados, lanchonetes e sorveterias que já perderam muitos produtos, seguem sem saber quando a energia vai voltar.


Um funcionário de um Posto de Combustíveis, disse que ficou durante todo o dia esperando a Coelba (em presa responsável pela distribuição da energia na Bahia) vim ao povoado, mas quando um carro da empresa apareceu; “eles olharam a canela caída no poste, manobraram e foram embora” relatou o senhor conhecido como Hominho.

Roberto Araújo Lopes, 34 anos é dono de um pequeno Mercado em Lagoa da Cruz, para não ter ainda mais prejuízos ele mandou parte da mercadoria para outro povoado e foi obrigado a despachar o fornecedor de frangos; “Pego 40kg de frango mais hoje mandei voltar pois não há previsão de resolver, quando ligamos para a central de atendimento dizem que a demando é muita e continuamos no escuro” lamentou. 


Segundo informações os problemas que afetaram a região ocorreram na cidade de Conceição do Coité, onde a chuva foi mais intensa, com muitos raios e trovões. A estrada de terra que liga Lagoa da Cruz a Bandiaçú distrito de Conceição do Coité chegou a ficar interditada por várias horas em virtude de queda de árvores.

No mercado do popular Roberto Galego encontramos o senhor Pedro de 68 anos, ele foi ao Povoado comprar sal grosso para salgar carnes na tentativa de evitar que se perca; “É uma vergonha essa rede aqui, qualquer coisa tem queda, não foi uma chuva muito forte e mesmo assim faltou luz e continua sem.” protestou o aposentado.

Senhor Pedro sendo atendido pelo comerciante Roberto Galego
A comerciante Elane Pereira é dona de uma lanchonete e sorveteria,  ele já calcula os prejuízos pois comprou no último sábado uma grande quantidade de picolés, uma parte foi vendida no final de semana, mas cerca de 150 derreteram com a falta de energia, sem falar das carnes de hambúrguer; “minha esperança é que resolva logo para voltar a trabalhar, conseguir comprar novamente tentar recuperar o prejuízo”.

Picolés derreteram com calor
Ao menos um item o comerciante Roberto Lopes conseguiu vender, com o apagão no Povoado a procura por velas nesta terça-feira foi muito grande, bem maior que de costume.

Moradores reclamam ainda da péssima qualidade da rede, o povoado cresceu muito e a distribuição é a mesma; "tem dia aqui que não dá 160 watts, mesmo sem chuva a energia aqui é péssima, mas qualquer chuvinha já falta energia" afirmou um jovem morador. 

Início da noite desta terça-feira em Lagoa da Cruz - Barrocas Bahia
O suplente de Vereador Júlio de Tinho chegou ao Povoado no início da noite, ele lamentou a situação e falou sobre as providências que estão sendo tomadas, segundo ele vários contatos já foram feitos com a COELBA informando da situação; "O que ocasionou o problema da rede dessas localidades ocorreu em Conceição do Coité, infelizmente não resolveram hoje como disseram, e mais uma vez ficaremos no escuro, vamos ter que usar os tradicionais candeeiros, lampiões e e velas" comentou. Ouça a entrevista completa com o político nesta quarta-feira na rádio Web @ Nossa Voz.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário