sábado, 2 de janeiro de 2016

Barrocas: Moto taxistas afirmam que movimento foi abaixo do esperado para o final do ano


Crise, falta de dinheiro circulando no comércio local, seca e 80% dos motores de sisal parados, são alguns dos motivos apontados pelos autônomos que trabalham na Praça da Matriz.

No final de tarde deste sábado (2) estivemos em um dos pontos e conversamos com alguns dos moto-taxistas que trabalham no transporte de passageiros, segundo eles o movimento neste final de ano foi péssimo, bem abaixo do que nos anos anteriores; “Foram poucos os que chegaram do trecho, com essa crise aí, quem tem seu dinheiro não quer gastar, a Prefeitura não faz o dinheiro circular na cidade, aí a coisa tá feia” afirmou Edson de Souza Santos, 45 anos o popular Bujão, que trabalha há 15 anos atuando como moto taxista.

Bujão reconhece que atualmente muitas pessoas tem os seus próprios transportes, mas acha que não é este o motivo do baixo movimento.
“Não chegou um com mochila nas costas pedindo para levar em casa, nem parecia que era fim de ano” lamentou Tarcísio Silva, 36 anos, há 13 no ramo. 

Segundo os trabalhadores, a forma que a festa de Réveillon foi organizada, sem sequer uma atração conhecida, e principalmente sem divulgação, ajudou no fraco movimento, mas para eles o principal motivo é a falta de dinheiro circulando na cidade; “Só sabemos que tem muita gente de fora vindo buscar dinheiro aqui” desse um dos homens que acompanhava as entrevistas.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário