quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Água da Barreira: Máquinas trabalham para interligar nova rede à caixa d’água.


Após visitas ao escritório da Embasa em Salvador e Feira de Santana, Prefeito José Almir comemora reinício dos trabalhos para levar água a Barreiras.

Uma nova fase dos trabalhos que levarão água à Região de Barreiras iniciou na terça-feira (12) e deverá ser concluído na próxima semana, quando a tubulação será ‘entroncada’ à caixa da Embasa localizada no Alto do Ipê.

“Me lembro que desde os tempos da Comercial Lopes (comércio) ouvia dos amigos da região de Barreiras, Baraúna do Rumo, Coalhada, Jenipapo, Malhada da Onça e Periquito as dificuldades com a falta da água encanada, nos anos de seca o sofrimento era ainda maior, me tornei prefeito, estou no último ano de mandato e quero ver a água cair nas torneiras até deixa a prefeitura, com fé em Deus ainda vamos comemorar juntos a chegada da água naquela região” afirmou José Almir que garantiu não medir esforços para concluir a obra. O Prefeito fez questão de agradecer ao Gerente da Embasa Raimundo Neto (Feira de Santana) pelas vezes que o recebeu  juntamente com a sua comitiva, e por ter comprido com o compromisso de retornar os trabalhos em janeiro; "Ele nos deu a palavra e cumpriu, então estou grato e confiante no prazo passado, que em março os trabalhos serão concluídos", afirmou;


A empresa responsável pela obra, já instalou a tubulação na maioria dos povoados inclusos no projeto, resta apenas o Periquito, e regiões onde ainda necessita de detonações em virtude das rochas, informou um funcionário. Em algumas localidades até as ligações para as residências já foram feitas.

A data prevista para entrega da rede é 23 de março de 2016, porém se novas rochas surgirem no roteiro das tubulações a obra tão esperada pode ter a data de conclusão adiada.

Para agilizar os trabalhos, a Prefeitura Municipal de Barrocas disponibilizou mais uma Retro-Escavadeira além da que a empresa contratou e vem dando todo o apoio necessário para o serviço.


Além das máquinas vários homens trabalharam nesta quinta-feira no trecho duplicado saída para o Alambique, enquanto uma das retro-escavadeiras abria as valas, os homens instalavam as tubulações, em seguida outra máquina fechava as valas e logo os chamados ‘caceteiros’ iniciavam a recolocação dos paralelepípedos.

@ Nossa Voz da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário