terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Barrocas: No dia do Mecânico, profissional conta detalhes da profissão e lembra como começou a trabalhar

Depois de muitos anos de profissão atualmente Derba trabalha na sua própria oficina
O Dia do Mecânico é celebrado anualmente em todo mundo no dia 20 de Dezembro, é quando os profissionais, homens e mulheres que dedicam suas vidas para cuidar dos veículos automotivos são lembrados e homenageados.

Pensando em também homenagear esses profissionais, resolvemos ter um bate papo com o mecânico Adelmo Oliveira Santiago, 40 anos, conhecido como Derba que afirma ser apaixonado pela mecânica.

Derba nos recebeu nesta terça-feira (20) em sua oficina e contou que a paixão pela profissão começou cedo, quando ele ainda ajudava seu pai, o lavrador Basílio Ferreira nos afazeres da roça na fazenda Ipoeira, zona rural de Barrocas onde moravam. Derba lembrou que sempre pegava os materiais de seu pai para ficar 'inventando' o que fazer; "Eu pegava tudo, prego, parafuso, alicate e saia ajeitando carrinhos de brinquedos, concertando bicicletas, e quando eu via um carro passando na estrada que quebrava eu fazia de tudo pra ir pra perto".
Adelmo e o filho Laion, profissão passada de pai para filho
Já são 26 anos de profissão, de trabalho árduo de conquistas, méritos e reconhecimentos que Derba carregará para sempre, ele que é um dos mais requisitados do município.

Se o mecânico escolheu essa profissão é por que se identifica e gosta do que faz, o profissional é como se fosse os 'médicos' dos nossos automóveis e motocicletas, são eles que se dedicam a cuidar, descobrir os problemas e soluciona-los.

Na profissão não importa modelo, ano ou marca, porém,descobrimos que Adelmo tem um carro em especial quando o assunto é dirigir, ele admira muito e é fã de carteirinha do famoso Fusca, se diz completamente apaixonado. Questionado do por que dessa paixão respondeu; "É por que foi o meu primeiro carro e eu mim identifico muito com fusca, no momento eu não posso, mas se eu tivesse condições de ter um fusca só para ficar parado pra eu olhar pra ele eu teria" e afirmou, para em seguida declarar; "Eu ainda vou comprar um de novo" o mecânico já teve alguns fuscas.

A dedicação pela mecânica não vai ficar só com Adelmo, o filho Laion Ferreira, 15 anos também já esta no mesmo ramo, porém se identifica mais com moto, inclusive montou a sua própria moto de trilha.


Junto com o Adelmo trabalha o senhor Antônio Carlos o conhecido 'Café' que a 21 anos também desenvolve essa profissão, depois de alguns anos trabalhando em São Paulo ele tá de volta a terra natal e contou que a sua paixão surgiu quando ele passava para ir à escola e via o pessoal trabalhando, com a roupa suja de graxa, "eu filava aula para olhar o pessoal trabalhar e a partir daquele momento eu fui criando a paixão pela mecânica e estou até hoje" revelou.

Café também tem seu carro preferido, embora goste de todos mas é fã de carteirinha do Opala; "acho muito interessante a Opala Comodoro, se eu pudesse teria sim uma sem duvidas".

Às vezes da um trabalhão descobrir uma defeito ou falhas que afetam o funcionamento correto de um veículo, mas o mecânico dedica todo seu tempo na solução, seja apenas um barulho incômodo ou graves problemas que possam causar acidentes. Sendo assim vai aqui as nossas saudações a todos os mecânicos; Parabéns pelo dia e obrigado por tudo.

@ Nossa Voz - Da Redação Por Daniele Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário