sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Barroquenses que trabalham fora, aproveitam os festejos de final de ano para rever os familiares

Foto Jornal A Nossa Voz
São muitos os 'filhos' de Barrocas que trabalham e moram em outros estados, a saudade é constante, mas nem todos podem vir à terra natal com frequência, resta às datas comemorativas, principalmente os festejos juninos, Natal e Ano Novo, é quando os barroquenses tentam junto às empresas folgas ou mesmo que o período de férias coincida com as festividades, assim dá para matar a saudade e ainda festejar.

Carlos Queiroz
Neste ano apesar da crise econômica, é possível perceber que o movimento da cidade está bem maior, os muitos carros com placas de outras cidades observados nas ruas não deixam dúvidas, os barroquense que trabalham e residem em outros estados estão vindo passar as festas aqui apesar de não haver nenhum evento programado por parte de prefeitura, que nem mesmo ornamentou a praça da matriz.

Conversamos com alguns dos conterrâneos que já estão na cidade e eles falaram um pouco sobre o quanto é especial esse momento; Carlos Queiroz Lima, conhecido como Carlinhos, de 22 anos, é assessor de clientes da IBI promotora em Camaçari, ele também falou das oportunidades que as cidades maiores e mais desenvolvidas oferecem; "Depois de dois anos decidi ficar definitivamente, construir família e apostar na minha carreira, porém a vida corrida, a distância, a falta dos amigos nos deixa com o coração apertado e a oportunidade de uma folga é o que temos para rever familiares e amigos, são contados os tão esperado dias para fugir da barulheira da cidade grande e passar um dia talvez 2 com a família, amigos, poder sorrir relembrando de momentos de infância, tesouros que nunca serão esquecidos" afirmou.

Jackson da Silva
O metalúrgico Jackson da Silva Pereira de 35 anos há 24 anos estar fora de sua terra natal, ele atualmente Mora em Maceió e também falou da importância de retornar à Barrocas em uma época especial e marcante, além de rever familiares e amigos; "Primeiramente porque sou dá cidade e depois toda minha família mora aqui. Barrocas é o melhor lugar para morar é uma terra acolhedora", afirmou o profissional que mesmo trabalhando e vivendo fora ainda sonha em viver na cidade onde nasceu.


@ Nossa Voz - Por Daniele Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário