terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Barrocas: Mesmo após passar por reforma, Colégio Municipal apresenta muitos problemas em sua estrutura

As paredes foram pintadas - Fotos enviadas por mães de alunos e professores /  Reprodução
O Colégio Municipal de Barrocas passou por reforma para o ano letivo de 2018, o serviço foi destacado na imprensa local e em programas de rádios da região, nesta semana com o retorno das atividades o prefeito foi a unidade ver de perto o resultado.

Porém, já na primeira semana de aula, professores denunciam problemas sérios na estrutura. Portas de banheiro quebradas, piso de sala de aula cedendo, ventiladores sem funcionar e lousas em péssimas condições, são apenas alguns dos problemas apontados por professores e mães de alunos.

Nesta terça-feira (20), duas mães, moradoras do Povoado do Alambique, registraram imagens e vieram pessoalmente entregar o material na Redação do JNV. À tarde foi a vez de uma professora enviar imagens que fez em sala de aula do mesmo colégio.

Impressionadas com as condições do banheiro masculino uma das mães relatou: "teve uma reunião e houve reclamações de outras mães. É constrangedor a parte do banheiro como estão as portas, a direção já sabe, as mães foram até ela que prometeu até o mês de março resolver" afirmou.


As escolas ganharam novas cores (amarelo e azul) e receberam alguns reparos.
Outra mãe, falou sobre os ventiladores, segundo ela alguns estão sem funcionar: "Desde o ano passado a escola se encontra com ventiladores quebrados ou alguns sem funcionar". Diante do que viu, questionou a recente reforma na escola: "aquilo não foi reforma" protestou. 

Já a professora que leciona no colégio relatou: "Foi pintura e com tinta ruim. As salas parecem saunas, não tem concentração que resista ao calor insuportável. Não sei o que vai ser esse ano. Os alunos ficam agitados e nervosos. Quem não fica no calor?" lamentou.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário