domingo, 31 de maio de 2020

Há o racismo! Por Robenildo Brito

Robenildo Brito - Professor, nutricionista 
e gestor da Saúde e hospitalar 
Ser racista é uma opção de vida, não adianta ir a igreja, frequentar boas escolas e até ser "bem criado." Ser racista não é uma doença, é uma conduta de gente que acredita que existe povos melhores e povos piores, que acredita que existe superioridade na espécie humana. Ser racista em um mundo no qual o estado chancela e aparelha o racismo, reafirmado nas ações de governo, nas condutas de uma polícia preparada para matar,nunca para proteger (salvo exceções).

Eles estão por toda parte, nos altares das igrejas, camuflados de "cordeiros imaculados". Eles estão nas escolas através de professores, coordenadores, alunos e de uma direção que nada faz para punir os agressores, com o discurso de sempre, "vamos averiguar e tomar as providências". Eles estão no time de futebol que no primeiro desentendimento (daquele passo errado), "tasca" em um "só podia ser preto".

Os racistas estão aqui nas redes sociais, disfarçados de bons moços, de gente de bem, mas na primeira oportunidade proferem palavras más, cruéis, com objetivo de diminuir, segregar e aviltar o outro, motivo? ser negro! O racismo não é uma doença, ele é uma filosofia de vida, de gente pequena, infeliz, mesquinha, ignóbil e cheias de rancor, de preconceito.

Chega de mortes por ser preto neste país e neste mundo! Chega de. palavras criadas para diminuir o negro (denegrir, mulata, cor parda, dia de branco,etc,etc e etc). Chega de. diminuição e discriminação da religião de matriz africana, por acreditar na superioridade da sua crença e da sua fé! Uma nação só será desenvolvida, ,quando todas as pessoas forem tratadas com dignidade e equidade. O desenvolvimento econômico não poderá ser requisito para prosperidade e soberania nacional ou mundial,.Soberania é cuidar de todas as pessoas, com igualdade de direitos.

Chega de chacinas de irmãs e irmãos. negros! Punição aos culpados! Racismo é crime!

Prof. Robenildo Brito
Barrocas-Ba

Sem comentários:

Publicar um comentário