segunda-feira, 25 de maio de 2020

Barroca: O Jornal a nossa voz uma fonte de Pesquisa escolar. Por Robenildo Brito

Robenildo Brito - Professor, nutricionista 
e gestor da Saúde e hospitalar 
Sabe-se que a pesquisa é um meio indispensável para qualquer pessoa, principalmente para o aluno, seja ele escolar ou universitário, principalmente neste mundo contemporâneo, estes precisam buscar em diversas fontes, informações acerca das suas necessidades educacionais, quer seja por exigência do componente curricular, quer por necessidade pessoal de busca de conhecimento. 

Nesse sentido vários autores falam da importância da pesquisa para a formação do indivíduo em qualquer área do conhecimento, e para a própria formação cidadã. “Uma pesquisa é sempre, de alguma forma, um relato de longa viagem empreendida por um sujeito cujo olhar vasculha lugares muitas vezes já visitados. Nada de absolutamente original, portanto, mas um modo diferente de olhar e pensar determinada realidade (...)” (DUARTE, 2002, p.01). 

A pesquisa é indispensável na construção do conhecimento, já que a educação hoje perpassa a sala de aula, e uma educação que preza pela qualidade, pela autonomia dos sujeitos, ela cria condições para que estes se tornem autores no processo de formação e não apenas coadjuvantes. A pesquisa na sala de aula invertida que é um modelo excepcional na contemporaneidade, uma vez que permite que o aluno busque o conhecimento e o professor apenas o auxilia neste processo de apropriação que também perpassa por este caminho. Demo (2000, p. 20), enfatiza que “Pesquisa é entendida tanto como procedimento de fabricação do conhecimento, quanto como de aprendizagem (princípio científico e educativo), sendo parte integrante de todo processo reconstrutivo de conhecimento.” 

Estas pesquisas outrora eram feitas por meio exclusivo de livros e revistas impressas, com o avanço da tecnologia, a chegada do computador e do acesso á internet. O modelo de pesquisa cada vez mais vem trilhando outros caminhos como os sites, plataformas digitais e principalmente os blogs, este por ser um espaço de pesquisa mais acessível a todos e que traz informações precisas das diversas áreas do conhecimento, facilitando a vida da garotada ao acesso a informação, tanto para a resolução de pesquisas das diversas áreas, bem como para a formação de uma consciência crítica acerca do mundo ao seu redor. 

Em Barrocas, não é diferente, o Jornal a Nossa Voz tem contribuído com a pesquisa, quer seja para entretenimento do cidadão, quer para conhecimento dos alunos, uma vez que neste espaço, pode-se encontrar matérias diversas que tratam de saúde, cultura, educação, politica, religião, meio ambiente, esporte, lazer, possibilitando compreensão das diversas temáticas, tanto a nível local como nacional e mundial. Esta ferramenta de conhecimento disponibilizada de forma gratuita, responsável, fidedigna e com compromisso ético, tem facilitado a buscativa de alunos, tanto das escolas públicas quanto das privadas a diversos conteúdos. 

Além disso este espaço vem se tornando um mecanismo de publicações, no qual tem uma quantidade significativa de publicações feitas por alunos sobre diversos temas, publicações de nível educacional, escolar, cultural, ambiental e esportiva, bem como de cidadãos. Contudo percebe-se que o Jornal a Nossa Voz, não é mais só um espaço jornalístico apenas, mas um acervo de conhecimento e informações que não mais pertence ao seu proprietário, mas como um patrimônio cultural do município. 

Dessa forma o JNV, tem se tornado um acervo, das diversas áreas do conhecimento e principalmente da realidade local, nesse espaço a pessoa pode apoderar-se desta riqueza de informações locais, a história, política, religiosa, cultural, educacional e da saúde que juntas formam a identidade de um povo, que no passo a passo, construiu a sua história a base de lutas, derrotas e também vitórias, esta riqueza permite que o cidadão barroquense tenha a garantia de conhecer a sua história local por meio da informação formal. 

Diante do exposto, acredita-se que o Jornal a Nossa Voz, tem um papel importantíssimo em Barrocas e o cumpre de forma despretensiosa e com o poder que lhe é peculiar como imprensa, em um Estado Democrático de Direito. 

Robenildo Brito 
Professor, nutricionista e gestor da Saúde e hospitalar 
Pedagogo pela UNEB-Campus XI 
Nutricionista Pela FAN 
Licenciando em Biologia 
Especialista em Educação Especial e Inclusiva-FAMART 
Especialista em Gestão Educacional e Coordenação- FAEC 
Especialista em Gestão da Saúde e Gestão Hospitalar 

Sem comentários:

Publicar um comentário