quinta-feira, 8 de abril de 2021

Homens invadem rádio e ameaçam locutor que criticou o Presidente Jair Bolsonaro (assista)

Imagem Reprodução Vídeo
Quatro apoiadores do Presidente da República invadiram o estúdio da rádio Comunidade FM, na terça-feira dia 06, no município de Santa Cruz do Capibaribe, no Estado Pernambuco, e ameaçaram agredir um locutor após ele ter criticado Jair Bolsonaro (sem partido) durante um programa ao vivo.

Foram os próprios agressores que divulgaram um vídeo em que aparecem ameaçando o radialista. Os invasores teriam ligação com um grupo de extrema direita do município.

De acordo com Júnior Albuquerque, radialista alvo dos ataques, ele já havia sido ameaçado outras vezes, principalmente quando começou a criticar a condução do chefe do executivo diante da pandemia da Covid-19. O locutor afirmou que a invasão em seu local de trabalho aconteceu após ele dizer que os apoiadores de Bolsonaro também são responsáveis pelo ‘genocídio’ da população brasileira provocado pela crise sanitária.

“Eu fiz um comentário opinativo, onde expus que no meu ponto de vista, Hitler não era o único culpado do genocídio que aconteceu na Alemanha, pois quem o apoiou e quem se calou também teve sua parcela de culpa. Assim como no Brasil, em relação à covid-19, os eleitores de Bolsonaro que concordam com a política sanitária que ele vinha fazendo, também iam ter culpa e a história ia dizer isso”, explicou Júnior.


@ Nossa Voz - Com informações da Istoé

Sem comentários:

Enviar um comentário