quarta-feira, 5 de março de 2014

Vivemos em uma época histórica de descompromisso geral.

Por que afirmo isso? Porque observei em vários segmentos da sociedade essa falta de caráter nas pessoas.

Observem: 
1) Nos negócios, o patrão promete algo ao funcionário pela realização dos serviços. Quando o funcionário realiza as atividades sugeridas pelo patrão, o patrão por sua vez não cumpre o que prometeu.
2) O funcionário promete algo ao cliente, quando o cliente cobra o prometido, o funcionário diz que esqueceu, não cumpre os prazos e os acordos.
3) O cliente por sua vez, adquire um produto ou serviço, mas na hora de efetuar o pagamento atrasa ou dá o calote, não cumpre com seus compromissos e a empresa sofre o prejuízo.
4) No trabalho, o funcionário chega atrasado, fila sem dar satisfação, quando erra não reconhece e ainda alimenta um círculo vicioso de descompromissos com a equipe, cliente, chefes e com ele mesmo. 
5) Nas instituições públicas, os governantes e políticos, fazem muitas promessas, o cidadão acredita e vota, quando eles chegam ao poder, esquecem das promessas feitas e do povo, não fazem o que deveria ser feito. 
6) O amigo ou conhecido, marca um encontro com outro com horário marcado, não chega no horário, não liga para dar satisfação, e fica por isso mesmo, só na promessa, mas nada se concretiza. 
7) Na igreja, os membros não se comprometem com os dízimos, ofertas, serviços, horários, compromissos preestabelecidos e ainda faltam em participação nos cultos. É difícil contar com estes descompromissados. 
8) Na sociedade e comunidade, os cidadãos não acompanham a vida de seus gestores públicos, não fazem nada pela sua cidade, não acreditam nela, falam mal e não propõem solução alguma e pior atrasam os pagamentos de seus tributos. 
9) Na faculdade os professores não se comprometem com seus alunos e estudantes, não acolhem, não nutrem com conhecimentos, fazem de conta que ensinam e os alunos e estudantes por sua vez também, fazem de conta que aprendem; quanto descompromisso com o desenvolvimento humano. 
10) Na família e nos relacionamentos, poucos se comprometem com seus pais, filhos, cônjuges, familiares, há traições entre os cônjuges, os familiares não se aproximam tanto, os pais e filhos se comunicam pouco porque não têm tempo um para o outro e o relacionamento sempre se distancia, as pessoas já não se reúnem mais para almoçar e tomar café juntos. Quanto descompromisso. 

Poderia dar diversos outros exemplos, mas esses acredito que são suficientes para entender que se houvesse mais compromisso com o que prometemos, falamos, agimos, fazemos e etc. seríamos uma sociedade melhor, mais desenvolvida, mas feliz, mas justa e solidária. Porém a ausência dessa qualidade de caráter, DE COMPROMETIMENTO E COMPROMISSO, deixa todos nós em um barco inseguro e incerto, pois se não existir esse valor nos relacionamentos e em todas as atividades sociais, HAVERÁ SEMPRE PERDA DE CONFIANÇA E CREDIBILIDADE, isso é, vai haver o que notamos hoje O descrédito, A FALTA DE ESPERANÇA E O VAZIO EXISTENCIAL. 

Pense nisso! Não espere só, mas faça sua parte! Contribui para o Melhor deste mundo, dê seu exemplo! O mundo precisa de pessoas como você que faça diferença! Faça acontecer!!!! 

Autor: Rosberg Nery Porto (2014).
O autor esteve em Barrocas em 2010, ministrando cursos como Instrutor do SEBRAE.

Rosberg Nery Porto Administrador de Empresas Especialista em Metodologia do Ensino Superior, Gestão Empresarial, Gestão de Pessoas e Meio Ambiente e Sustentabilidade Instrutor de cursos do Sebrae-Ba Instrutor de cursos da Microlins Tutor de Administração da Unopar Professor universitário em faculdades regionais

Sem comentários:

Enviar um comentário