quarta-feira, 19 de março de 2014

Batalhão Roubado no povoado de Umbuzeiro, um resgate da cultura popular.



Aconteceu na última segunda-feira, o Batalhão Roubado na roça de Juliano Violeiro, no povoado de Umbuzeiro.

Não é de hoje que o homem do campo dá exemplos de união, foi assim nos ‘digitórios’ da 5 horas, nos ‘mutirões’, nas ‘batas’ de milho, limpeza das aguadas e tantas outras ações e manifestações, num tempo em que os governos pouco interferia na vida das pessoas, com isso eram muito mais solidárias do que somos hoje.

Tentando manter uma dessas manifestações, e claro a interação entre pessoas e comunidades, o pequeno agricultor Juliano, anualmente reúne os amigos para o conhecido Batalhão Roubado, que resume-se no trabalho em grupo para prepara a terra para o plantio. Cerca de 20 homens participaram do ‘trabalho’ de capina que mais parece uma festa; cantorias, cantigas de roda e versos são entoadas enquanto todos com  suas ferramentas afiadas não para de capinar.


Enquanto os homens estão no raça, as mulheres preparam a comida, e olha que depois de muito trabalho eles vão retornar com fome par comer um mocotó, e claro tomar uma pinga da boa.

“Vou plantar o milhar pra comer na fogueira de São João, esse batalhão faço todo ano, pra mim é uma forma de preservar a nossa da cultura popular” disse Juliano.

@ Nossa Voz

Sem comentários:

Enviar um comentário