quarta-feira, 19 de março de 2014

Secretário de Esportes vai a Câmara de Vereadores e pede ao Presidente que nomeie uma comissão para acompanhar as finanças do Campeonato Rural de Barrocas.


Na manhã desta quarta-feira (19) o Secretário de Esportes Rubenilson Nogueira, esteve na Câmara de Vereadores, e entregou ao presidente da casa, ofício pedindo que ele forme uma comissão e indique vereadores para acompanhar e fiscalizar os recursos oriundos do Convênio entre a Prefeitura e a Associação Minação e Crescimento na ordem de R$48.00,00 (Quarenta e oito mil reais).

Como a Liga ainda não foi registrada, e a Secretaria de Esportes não dispõe de orçamento próprio para realizar a competição, a Prefeitura Municipal fez uma convênio com uma associação desportiva.

“Sei da honestidade, daqueles que se dedicam para promover o esporte barroquenses, como os Dirigentes da Liga Desportiva e o Presidente da Associação, é justamente para preservar essas pessoas que pedi a criação de uma comissão que não deixará dúvidas quanto à aplicação dos recursos, conversei com Jobel e com Nem e ambos concordaram com a flexibilização das informações” disse Rubenilson.

Segundo o Secretário a Associação de Minação não terá vantagem alguma no processo, já que todo o recurso transferido terá a finalidade de cobrir os custos da competição, desde a arbitragem, segurança à premiação.

“Tudo foi feito com muita clareza, sentamos com o prefeito, informamos aos presidentes das equipes e o convênio foi enviado pelo gestor para Câmara onde foi votado e aprovado por todos os 9 vereadores, inclusive depois de um pedido de visto. O orçamento apresentado pela Liga está bem claro e também foi analisado, mas seria muito bom se vereadores que tem o papel de fiscalizador do dinheiro público pudesse, por exemplo, a cada rodada acompanhar a efetivação dos pagamentos previstos no orçamento”.

O presidente Eclécio aprovou a ideia do secretário e disse que iria apresentar a proposta na cessão desta quarta-feira e si algum vereador se disponibilizar ele vai formar a comissão e comunicaria a Secretaria que logo informaria a Liga e a AMC e seus respectivos presidentes.

“Atualmente o descrédito com a coisa pública é tão grande que é preciso, a cada dia criar mecanismo que facilite a fiscalização, principalmente para que não se julgue e condene pelo achismo, pela generalização da corrupção”, concluiu o Secretário que fez questão de dizer que a Liga pode disponibilizar a planilha de custos para qualquer cidadão que estiver interessado em saber detalhes.

Em conversa com o Presidente José Eclécio (Kekeu), Rubenilson disse que se necessário poderia ir a tribuna da Câmara; "Estou a disposição, e será um prazer falar nessa casa".

@ Nossa Voz

Sem comentários:

Enviar um comentário