terça-feira, 7 de março de 2017

Barrocas: Em Assembleia, servidores da educação decidem por adesão à Greve Geral

Foto: Reprodução 
A Assembleia teve abrangência Regional, e foi presidida pelo barroquense José Francisco, Diretor Regional da APLB Sindicato. 

Profissionais de Educação dos municípios, de Barrocas, Arací, Biritinga, Lamarão, Tucano, Itiúba, Canudos, Teofilândia, Cansanção, Serrinha, São Domingos, Nordestina, Queimadas entre outros, participaram, assim foi votada e aprovada a adesão à Greve Geral.

O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira (07) no auditório do Colégio Municipal tendo iniciado por volta das 9 horas e encerrado às 11 horas.

Reprodução

Com a adesão, as atividades serão paralisadas nos municípios que integram a Delegacia Regional no período de 15 a 24 de março de 2017. Além da paralisação, no período deverá ocorrer manifestações em todo país.

Foram abordados pelos integrantes da mesa, diversos temos, com destaque para a Reforma da Previdência. O Diretor Estadual Noildo Gomes Nascimento, criticou a reforma e anunciou ações; "A CNTE deliberou o seguinte, nós vamos fazer uma Greve Geral Nacional em todas as redes, parar tudo, manifestação neste país em todos os municípios, pra gente tencionar o governo para apresentar uma alternativa" afirmou.

Apostilas tratando das Reformas; Aposentadoria, PEC241/2016, Previdência e Educação foram distribuídas entre os presentes. 

As questões municipais não foram abordadas, segundo José Francisco, elas serão discutidas em outro momento.

@ Nossa Voz - Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário