quinta-feira, 16 de março de 2017

Em Barrocas também teve manifestação contra a Reforma da Previdência

Foto: Victor Santos
Após Assembleia realizada pela APLB Sindicatos na manhã da quarta-feira (15), servidores da educação, com participação de servidores de outros categorias, saíram pelas ruas da cidade em caminhada contra a reforma da previdência, como aconteceu em todo país.

A Assembleia, aconteceu no auditório do Colégio Municipal, na pauta o reajuste do salário dos professores, onde a APLB Sindicato convidou o prefeito José Jailson para tratar do assunto porém, o mesmo não compareceu ao encontro, sendo representado pelo Diretor de Recursos Humanos Anderson Santos. Falando em nome do prefeito e do jurídico, o Diretor informou a classe que o gestor não iria conceder aumento salarial a categoria, alegando que o município paga além do piso nacional, e também culpou as dificuldades financeiras em virtude dos parcelamentos de dívidas que o município possui. 



Após ter o aumento solicitado negado pela primeira vez nos últimos 8 anos, os profissionais da educação saíram em caminhada do Colégio Municipal até a Praça com faixas, banners e serviço de som, protestando contra a reforma da previdência. A quarta-feira também marcou o início da Greve Geral. Durante os 08 dias de paralisação o sindicato cumprirá agenda de mobilização no município e até mesmo em Serrinha .

Servidores da saúde e agentes comunitários também participaram da caminhada pelas ruas da cidade.


@ Nossa Voz - Por Daniele Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário