sábado, 16 de janeiro de 2021

Funcionários de empresa que presta serviços para Embasa paralisam atividades em Coité e região

Reprodução: Calila Notícias
Os funcionários da MS Construções, prestadora de serviços da EMBASA, aderiram a uma paralisação iniciada na sexta-feira (15), por tempo indeterminado. A justificativa da categoria é o atraso no pagamento dos salários, vale alimentação e transporte, além da empresa não depositar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), conforme informou o Calila Notícias.

A terceirizada e seus funcionários prestam serviço no território de Barrocas. Os serviços podem estar comprometido, a exemplo do pessoal da recepção, manobristas, leituristas, operários para ligação e corte, ou seja, deixa de contar com aqueles que fazem o serviço de distribuição para residências, comércios e órgãos públicos. O gerente do Escritório da Embasa de Coité garante que por lei, 30% da categoria está trabalhando e a manobra da água funciona normalmente. 

Nota do Sindicato - Reprodução CN

Ao site CN, a empresa MS enviou uma nota esclarecendo os motivos da paralisação: 

“A MS Construções e Saneamento LTDA, por meio da presente e em respeito àqueles que contribuem com a nossa missão, vem esclarecer e justificar o pagamento dos salários, vale alimentação e transporte.

*Que conseguiu os recursos e que estará disponível até a próxima terça-feira *, e o pagamento não conseguira ser concluído hoje, sendo assim o mesmo está com previsão de pagamento para os próximos dias.

Diante do quadro acima, de todo verdadeiro, esclarece a MS Construções e Saneamento que estará honrando o salário e benefícios de todos, até 14.01.2021 próxima quinta-feira, impreterivelmente, de modo que conta com a compreensão e confiança dos seus colaboradores.

Atenciosamente,
Diretoria MS

Raimundo Brito membro do Sindicato mandou um áudio e aconselhou os funcionários permanecerem parados e que segunda-feira ‘a gente desce pra dá um apoio a vocês’. Brito aproveitou para mandar o recado para os funcionários de outras cidades da região para também realizarem paralisação.
Da Redação - Informações CN

Sem comentários:

Publicar um comentário