quinta-feira, 27 de agosto de 2020

No Barradão, Vitória perde para o Ceará e dá adeus à Copa do Brasil

Foto: Arisson Marinho/CORREIO
Aconteceu na noite desta quarta-feira (26), a partida de volta da Copa do Brasil entre Vitória e Ceará. A primeira partida entre as equipes foi na Arena Castelão e o Vozão venceu a partida pelo placar mínimo. Voltando ao Barradão, o jogo prometia e o torcedor rubro-negro sonhava com uma classificação. 

A bola rolou às 21:30 e o clube baiano já iniciou a partida melhor, apresentando todo o seu bom futebol. O Leão pressionava o Ceará e logo aos 7 minutos abriu o placar do jogo com Léo Ceará, deixando tudo igual no placar agregado. O time baiano não contente seguia pressionando e conseguiu um pênalti aos 13 com, com Vico sofrendo falta na área, Thiago Carleto cobrou e ampliou o placar aos 15 minutos. 

Nessa altura do 'campeonato' o Ceará já estava em uma situação complicada e estava sendo eliminado, mas a partida continuava 'pegando fogo'. Mesmo com a vantagem, o Vitória seguia atacando o Vozão, ate que chegou a vez do time comandado por Guto Ferreira responder. Após cobrança de escanteio, bate e rebate na área, e a maior confusão para não deixar o Ceará diminuir, porém, em um desse chutes a bola entrou e Carleto tirou quando a bola já tinha passado da linha, iniciando uma confusão por conta do lance. 

Reprodução: EC Vitória
O jogo continuava bastante pegado, com muitas faltas, até que aos 36 Vico deixa o braço bater na bola após Leandro Carvalho chegar com perigo na área; pênalti para o Ceará. Rafael Sobis se posiciona para bater mas Ronaldo estava inspirado e defendeu a cobrança. A cobrança perdida foi um susto para o Vozão, mas o time estava embalado e com vontade de sair de Salvador com a classificação, e assim seguiu atacando, desta vez foi Rafael Sobis foi derrubado na área rubro negra por Vico, Vina bateu e desta vez converteu a cobrança. As equipes vão para o vestiário, com o resultado do placar a classificação estaria naquele momento ficando para ser decidida nos pênaltis. Vitória vencia por 2x1.

Na saída do gramado Vina é parado pelos jornalistas para dar entrevista e enquanto o jogador presta esclarecimentos, o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, o insulta chamando de "Vagabundo" e ameaça o jogador do clube Cearense. 

Voltando a campo com os ânimos 'à flor da pele', o Ceará estava motivado e não queria levar a partida para os pênaltis, logo atacou o Vitória e com poucos minutos e conseguiu o empate com gol contra de Thiago Carleto, após lançamento na área. Neste momento começava a se complicar a classificação do Vitória pois estava atrás no agregado. O time comandado Por Guto Ferreira se encontrou em campo e conseguiu estabelecer uma estratégia tática que quebrava a defesa do Vitória, e, aos 61, Fernando Sobral deixava tudo mais complicado, o jogador marcou o terceiro do Vozão aplicando a virada no time baiano que parecia não estar mais em campo. Sofrendo a Virada após está vencendo por 2X0 o Vitória tomou um choque de realidade e partiu para o ataque, pois tinha que fazer dois gols para agora a levar a partida para os pênaltis. 

Aos 65 minutos Jordy Caicedo diminuiu para o Leão, e agora o time baiano precisava fazer mais um gol para deixar tudo igual. O time atacava e ocupava muito a defesa do Ceará porém o clube Alvinegro com seus atacantes rápidos aproveitou os espaços deixados zaga do Vitória e trazia perigo, aos 89 Lima brincou com a defesa do Leão e 'fechou o caixão' numa noite iluminada para o Ceará. Placar final Vitória 3x4 Ceará, e no agregado 3x5. Com a classificação o Ceará levou dois milhões de reais. Dinheiro que ajudaria muito o time baiano.

O que resta agora para o rubro negro é o Campeonato Brasileiro Série B, com a tentativa de acesso a elite do futebol brasileiro. O Esporte Clube Vitória volta a Campo neste sábado novamente em casa para enfrentar o Paraná às 16:30 pela sexta rodada do Brasileirão o leão ocupa a 9° posição atualmente com 7 pontos.
Da Redação - Por Kauã Sherman

Sem comentários:

Publicar um comentário