terça-feira, 21 de setembro de 2021

Policial Militar pode ter que pagar mais de R$200 mil reais se for confirmado que usou Viatura indevidamente

Foto Reprodução / Portal B1
Um soldado da Polícia Militar do Piauí poderá ter que pagar mais de R$200 mil reais pelo suposto uso indevido de uma viatura do batalhão. A suspeita é que o veículo foi usado pelo PM para participar de uma festa acompanhado por algumas mulheres. O caso ocorreu em julho deste ano e é investigado após um acidente com o veículo.

O Policial que chegou a ser preso, era lotado no Grupo da Polícia Militar (GPM) de Campo Alegre do Fidalgo no interior do Estado do Piauí. A PM iniciou uma investigação técnica para apurar o acidente: "Todo agente público, e o policial militar não é diferente, precisa responder por aquele material que está sob sua custódia. O que estamos vendo é basicamente o dano, se o policial deu ou não causa a esse acidente, se foi responsabilidade mecânica", explicou o major Tiago Castelo Branco, da Diretoria de Comunicação da PM-PI.

Após ser encaminhado para a Sede da Polícia Militar, posteriormente o processo será enviado para a Procuradoria Geral do Estado (PGE), para serem cobrados os prejuízos sofridos. Paralelamente à investigação técnica, o comportamento dos militares deve ser investigado pelo Ministério da Administração Interna da Gendarmaria.

@ Nossa Voz por Kauã Sherman

Sem comentários:

Enviar um comentário