terça-feira, 31 de maio de 2016

Grupo Afro Jamaica reforçou a torcida do Santa Cruz na última Rodada do Barroquense


Até a musa Meire Ane Costa assumiu um dos instrumentos na percussão e agitou a torcida 'Força Total' do Santa Cruz, a ação deu certo, em campo o Santa Cruz venceu o Grêmio da Ladeira por 4X0 e passou para as semifinais do Campeonato.

Cerca de 20 jovens do grupo percussivo Afro Jamaica, da cidade de Serrinha se apresentaram no povoado de Lagoa da Cruz em um dia festivo na comunidade, o Santa Cruz, time da comunidade jogando e o Movimento Jovens Cristão comemorando aniversário. 
À direita a musa Meire Ane Costa
Com bases em raízes africanas, o fardamento preto e branco fazia ligação ao mamífero nativo da Africa, a zebra. O líder do projeto o professor Nilson Jamaica comemorou junto com o grupo a recepção e cedeu os instrumentistas para reforçar a torcida da comunidade. 

A percussão deixou a praça do povoado sentido campo, embalados no batuque da percussão o grupo acompanhou o Santa Cruz de Lagoa da Cruz  e a escolinha do Projeto Bola na Rede, para o jogo válido pelas semi-final do campeonato barroquense. No final do primeiro tempo, o som da percussão teve mais uma vez destaque e o público aplaudiu a participação do grupo. 

A convite partiu do Presidente do Santa Cruz, Paulino Capoteiro; "a visita do projeto na comunidade animou a torcida e o público, a festa foi feita para os dois times, comemorou quem venceu, dessa vez quem ganhou foi o Santa" afirmou.
@ Nossa voz Esportes - Por Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário