quinta-feira, 11 de abril de 2019

Animais continuam sendo mortos sob suspeita de envenenamento.no Município de Barrocas

Imagens Reprodução
Em oito dias, moradores de dois povoados barroquenses, entraram em contato com o JNV e denunciaram mortes de animais com suspeita de envenenamento. O primeiro caso foi na quinta-feira dia 04, e ocorreu no Povoado de Minação, hoje oito dias depois, um novo relato de morte, desta vez no Povoado de Lagoa da Cruz chegou a redação.

"Animal morto suspeita de envenenamento no Povoado de Minação, está acontecendo com frequência aqui. É lamentável o que  vem acontecendo em nossa comunidade não podemos nem criar um animal de estimação porque estão colocando veneno nas ruas. Nessa mesma semana mataram outro, o da minha cunhada" relatou a moradora que não se identificou.

Nesta quinta-feira (11) um novo caso, desta vez no Povoado de Lagoa da Cruz: "Esse gato apareceu morto aqui na minha rua e a suspeita é que ele foi envenenado. Não sei como o ser humano é capaz de fazer uma maldade dessa com um bichinho tão indefeso" lamentou a moradora Daiane Mota.



Maltratar animais de qualquer espécie é considerado CRIME AMBIENTAL, segundo prevê o art. 32 da Lei nº 9.605, de1998, com pena de detenção de três meses a um ano e multa.  Além da violência física, são considerados maus tratos contra os animais: o abandono em via pública; mantê-lo permanentemente acorrentado; não abrigar do sol e da chuva; mantê-lo em local pequeno, não higiênico e/ou sem ventilação adequada; não alimentar diariamente; negar assistência ao ferido; obrigar o animal a trabalho excessivo, etc.

@ Nossa Voz - Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário