terça-feira, 23 de abril de 2019

APLB Barrocas comunica que não irá aderir a Paralisação Geral do dia 24


Em mensagem repassada através do whatsapp nesta segunda-feira (22), a Direção da APLB - Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia / Núcleo Barrocas, comunicou aos servidores que não irá aderir a paralisação entre os dias 24 e 26 de abril.

O motivo para não participar do ato, segundo o texto, é evitar ter que repor as aulas nos dias de sábado. Ainda de acordo com a Direção, muitos professores barroquenses se mostraram contra a paralisação: "Pessoal, a respeito da paralisação do dia 24 a 26, não vamos aderir, visto que, se pararmos vamos ter que repor, e muitos professores se  mostraram contra a paralisação, pra não ter que dar aula aos sábados. Sabemos que o momento é difícil mas essas paralisação está sendo feita nas grandes cidades e capitais, isso não  nos isenta da nossa luta, a questão é que todos os palestrantes que poderiam, nesse momento nos auxiliar, estão com a agenda cheia para esse mês por conta da demanda ser grande. Mas estou vendo a possibilidade para uma palestra no dia 15 de maio. A direção APLB/Sindicato"

O site Estadual da APLB, convoca a classe para a paralisação: "Quarta-feira, 24 de abril, professores das redes estaduais e municipais de todo o Brasil – atendendo convocação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) – paralisam suas atividades por 24 horas em protesto contra a reforma da Previdência proposta pelo Governo Bolsonaro" destaca.

Reprodução APLB
@ Nossa Voz Educação

Sem comentários:

Enviar um comentário