segunda-feira, 29 de abril de 2019

Diante da polêmica sobre atuação de um árbitro no Campeonato Barroquense, AVAS emite Nota de Esclarecimento

Imagens: Reprodução (vídeo)
No jogo entre Borussia de Nova Brasília e Palmeiras da Ipoeira, disputado na tarde do domingo (28), torcedores e atletas do time local, reclamaram da atuação do arbitro enviado pela comissão organizadora do certame. Em um vídeo que circula nas redes sociais é possível ver o momento do tumulto no campo. 

Até o momento, nem a comissão organizadora nem a Secretaria de Esportes se manifestou sobre o episódio:

A polêmica ganhou repercussão depois que um comentarista esportivo que atua na cobertura de jogos do Campeonato Municipal, levantou a possibilidade do árbitro central está sob efeito de bebidas alcoólicas. O presidente da AVAS, informou através da Nota e áudio para o programa de Rubenilson Nogueira, que os profissionais da associação não atuaram em Barrocas no domingo. Leia abaixo a Nota Oficial envida na manhã desta segunda-feira (29) pelo Presidente Willian Ferraz.

NOTA OFICIAL

Comunicamos a toda a sociedade Barroquense e das cidades circunvizinhas quê solicitam os serviços de arbitragem da AVAS. Que a Entidade nada tem haver com o fato ocorrido no último domingo no município de Barrocas, onde há relatos de que um árbitro não estaria em seu estado normal. Aparentando está embriagado segundo o Repórter Dida Negrão.

A AVAS (associação valorização árbitros de Serrinha) presa por sua eficiência, qualidade e bem estar de seus associados. 

Por último e não menos importante, comunicamos a todos que a arbitragem da AVAS não se fez presente na rodada do Barroquense do último domingo 28/04. Por motivo do grande número de jogos e não temos arbitragem suficiente para todas as partidas.

Se o fato realmente for verídico a AVAS se solidariza com o árbitro e se põe a deposição para ajudá-lo. Por mais cômico que seja, o alcoolismo é uma doença.

Desejos força ao colega.

Assina a nota.
William Ferraz e toda diretoria da AVAS.

@ Nossa Voz da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário