segunda-feira, 22 de abril de 2019

Mãe alerta para casos da doença "mão-pé-boca" no município de Barrocas

Criança barroquense aprestou sintomas e médico confirmou a doença  - Foto: Reprodução
De acordo com pesquisas, a doença mão-pé-boca (HFMD, sigla em inglês) é uma enfermidade contagiosa causada pelo vírus Coxsackie da família dos enterovírus que habitam normalmente o sistema digestivo e também podem provocar estomatites (espécie de afta que afeta a mucosa da boca). Embora possa acometer também os adultos, ela é mais comum na infância, antes dos cinco anos de idade.

Na manhã desta segunda-feira (22), uma mãe barroquense manteve contato com o JNV para relatar que a doença já tem casos registrados no município. Segundo ela, o filho de 2 anos e 3 meses, apresentou os primeiros sintomas na sexta-feira (19), quando teve febre de 38 graus.

Logo surgiram bolhas na boca, mãos e nos pés, as bolhas se transformam em ferimentos: "Ela aparece tipo umas bolhinhas, uns carocinhos, ai começa a coçar e tem febre. os lugares que aparece é ao redor da boca, nos pés e nas mãos e coça muito" relatou a mãe que alertou que outras crianças da creche onde o filho estuda estão com os sintomas. Segundo ela, a criança foi levada ao médico que alertou que a doença é contagiosa.

"O médico disse que a criança não deve sair de casa enquanto a última casquinha das feridas caírem para evitar passar a doença para outras crianças".


O site drauziovarella.uol.com.br, informa que não existe ainda a vacina contra a doença mão-pé-boca: "Em geral, como ocorre com outras infecções por vírus, ela regride espontaneamente depois de alguns dias. Por isso, na maior parte dos casos, o tratamento é sintomático com antitérmicos e anti-inflamatórios. Os medicamentos antivirais ficam reservados para os casos mais graves".

Mais informações sobre a doença (aqui).


@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário