segunda-feira, 29 de junho de 2020

Após Mestrado em Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana na Itália, Padre Evandro Andrade retorna ao Brasil (Leia entrevista)

Foto: Reprodução Facebook
Na última quinta-feira dia (25), o ex-pároco da Paróquia São João Batista de Barrocas, Evandro Andrade, anunciou a conclusão do Mestrado em Teologia Patrística que cursou na Itália. O Padre informou ainda que estaria retornando ao Brasil; "Agora volto para meu sertão desejoso de continuar meu ministério sacerdotal anunciando aquilo que aprendi do Santo Bispo de Hipona: Eu vos recomendo a caridade", escreveu após fazer agradecimentos.

"Com a graça de Deus e a intercessão de Santo Agostinho hoje experimentei a alegria de mais uma etapa vencida com a conclusão do Mestrado em Teologia Patrística. Agradeço a bondade de Deus que me proporcionou aprofundar ainda mais o mistério da Trindade e a força da caridade. Agradeço também a cada um e cada uma que rezou por mim, torceu por essa conquista, se alegrou e sofreu comigo nesse tempo em que estive distante", relembrou .

Em conversas com o Diretor do Jornal Nossa Voz Rubenilson Nogueira, na tarde desta segunda-feira (29), Padre Evandro falou sobre sua experiência na Itália e qual será o seu destino no retorno ao Brasil. Leia a entrevista abaixo!

JNV - Como foi sua experiência na Itália? 

Pe. Evandro - A minha experiência foi muito positiva. Em primeiro lugar porque consegui concluir com êxito o Mestrado que era o principal objetivo de minha estadia na Itália, para poder colaborar na formação sacerdotal aqui no Brasil. Em segundo lugar porque pude exercer minha missão sacerdotal em meio a outro povo, outra cultura e foi uma troca de experiência muito interessante. 

JNV - Entre tantos aprendizados, conhecimentos o que o senhor destaca como algo que irá carregar para sua vida a partir dessa experiência?

Pe. Evandro - Entre tantos aprendizados carrego a certeza de que embora diferentes somos um só povo. A necessidade de aprender uma nova língua, adaptar-se a novos costumes mostrou-me a beleza do diferente. Penso que podemos crescer como pessoa quando nos abrimos a aprender com o diferente.

JNV - Qual será seu destino aqui no Brasil?

Pe. Evandro - Nosso bispo Dom Ottorino acabou de fazer minha nomeação como Reitor do Seminário Maior Sagrada Família em Feira de Santana. É na verdade um retorno para a missão que tinha antes de sair do Brasil. Além disso, vou colaborar também como professor na Faculdade Católica de Feira de Santana.

JNV - Sobre esse momento difícil que o mundo enfrenta em virtude da Covid19, diante da sua experiência na Itália, qual conselho dá aos brasileiros?

Pe. Evandro - Eu penso que com essa trágica experiência do coronavírus nós temos dois aprendizados a fazer. O primeiro é a importância da nossa responsabilidade individual. Como não existe ainda uma vacina nós aprendemos que o melhor remédio é a proteção, isso através do distanciamento social, do uso de máscaras, da higiene, etc. Mas o principal é perceber como é importante que cada um faça isso com o espírito de responsabilidade com os outros. São atitudes pessoais que podem salvar uma rua, um bairro uma cidade. Ou seja, é uma guerra que só será vencida se cada um fizer a sua parte, não existe espaço para o egoísmo e o individualismo.

A segunda coisa, ou segundo conselho, é que nós aprendamos a partir da dificuldade. Com essa experiência nós pudemos perceber o que podemos abrir mão e o que não podemos viver sem. Penso, por exemplo, que pudemos valorizar a experiência do nosso lar, o "fique em casa" significa também gastar mais tempo com os filhos, ter mais diálogo na família, dividir as atividades doméstica entre todos e isso deixará marcas positivas para toda a vida. Do ponto de vista da fé também aprendemos a perceber que a nossa casa é uma igreja doméstica e lugar de oração e mesmo a impossibilidade de poder participar das missas nos dá uma nova consciência de como era bom poder todo domingo ir à igreja e, assim, valorizar mais a Eucaristia e o encontro com os irmãos. Mas também do ponto de vista social percebemos como é importante escolher bem nossos representantes na política: agora sabemos quem está do lado do povo, quem deu às costas pra população e quem só faz as coisas para aparecer. Agora cabe-nos aprender a votar naqueles que estão efetivamente comprometidos com as causas sociais.

Padre Evandro chegou ao Brasil neste domingo dia (28). Ele fez os exames e está seguindo todas as orientações das autoridades de saúde: "fiz o teste da Covid-19 que deu negativo e, por questão de consciência, estou seguindo as indicações e respeitando o isolamento social", relatou.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Publicar um comentário